Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Software | Hacker resolve problema de inicialização no Linux reiniciando o sistema quase 300 mil vezes

Hacker resolve problema de inicialização no Linux reiniciando o sistema quase 300 mil vezes

Compartilhe

A persistência é uma virtude. E a paciência, também. Neste caso, temos os dois dentro de um único ser humano.

Recentemente, um hacker conhecido como Richard WM Jones colocou suas habilidades à prova e conseguiu identificar e solucionar um bug de inicialização que estava causando bloqueios no Linux 6.4.

O que torna esse feito extraordinário é que ele precisou de quase 300 mil execuções do Linux para solucionar o bug.

 

Por que quase 300 mil execuções?

O bug em questão era bastante peculiar. A ocorrência do problema era rara, acontecendo apenas em um a cada mil arranques do sistema operacional. Além disso, era ainda menos comum em dispositivos com hardware Intel, embora a razão por trás dessa particularidade ainda não esteja clara.

Motivado pelos inconvenientes que o bug causava nos dispositivos com os quais trabalhava, Richard WM Jones dedicou um tempo considerável para investigar a situação. Após uma minuciosa busca, ele conseguiu identificar o problema em uma das alterações feitas na função printk(). Isso foi algo crucial, pois agora ele sabia onde focar seus esforços para resolver o bug.

Então, Jones desenvolveu um código de verificação para a inicialização do sistema operacional e análise do estado de arranque. Em um ato surpreendente, ele executou o Linux nada menos que 292.612 vezes para se certificar de que tudo estava funcionando sem problemas. Essa façanha incomum, provavelmente um recorde, consumiu 21 horas do seu tempo, mas foi concluída sem contratempos.

Em seguida, ele voltou ao código anterior e verificou que o bug ocorria antes de alcançar as 1.000 vezes, confirmando assim que sua solução era correta. Essa foi uma vitória para os usuários do Linux 6.4, pois agora eles poderão desfrutar de uma inicialização sem bloqueios e problemas.

 

Como ele sobreviveu a isso?

Em uma declaração feita em seu blog, Jones expressou sua surpresa por ninguém mais ter detectado esse erro até então. Ele destacou que, durante suas extensas testagens, observou bloqueios aleatórios ocorrendo sempre no mesmo ponto durante a inicialização do dispositivo. Sua dedicação em resolver esse problema complexo certamente será reconhecida e apreciada pela comunidade Linux.

Tá certo que ele merecia a parte dele em dinheiro depois de tanto tempo gasto em uma única tarefa, mas não acredito que isso vai acontecer.

De qualquer forma, a dedicação de Jones é admirável. Sua contribuição vai beneficiar a muitos usuários, evitando que outras pessoas passem pelo mesmo problema, evitando interrupções repentinas que podem levar a problemas ainda maiores.

Com isso, mais uma vez comprovamos que nem todo hacker quer roubar os seus dados. Alguns só querem melhorar o desempenho de uma distribuição Linux. Mesmo que para isso ele tenha que iniciar o computador quase 300 mil vezes.


Compartilhe