Quantos notebooks da Lenovo eu compro com R$ 20 mil?

Compartilhe

Ultimamente, eu não tenho motivos para falar mal da Lenovo. Os dois últimos notebooks que eu comprei são dessa marca (Lenovo IdeaPad S145 – que já foi embora, e nem deu tempo para fazer um review dele, mas prometo escrever algumas palavras sobre o portátil – e Lenovo IdeaPad L340, meu novo notebook para trabalho no escritório e, esse sim, com review em breve), e não tenho do que reclamar aqui.

Por outro lado, a Lenovo não pode reclamar de mim, pois ela não faz ideia do dinheiro que eu gastei com a empresa. Ou seja, empatou aqui: tenho crédito para comentar algumas coisas sobre os dois novos notebooks da linha ThinkPad que desembarcaram no Brasil. Principalmente no preço dos produtos, que são apenas para os fortes proprietários de um cartão American Express Black.

 

 

 

E você achando que o notebook da Dell de mais de R$ 10 mil era muito caro…

 

 

Na verdade, aqueles maravilhosos Dell XPS 13 (2020) continuam muito caros (pelo menos para mim, que não tem essa grana toda para comprar), e o Lenovo ThinkPad X1 Carbon de oitava geração é conceitualmente mais potente, contando com alguns diferenciais que, se não justificam o preço elevado, ao menos são itens que dificilmente serão replicados por outros modelos.

O Lenovo ThinkPad X1 Carbon conta com fibra de carbono nos seus materiais, e seu ar mais corporativo fica evidente com o acabamento na cor preta. Seu corpo de alumínio entrega ainda mais resistência ao produto, que pode ser utilizado em modo tenda para apresentações ou outros tipos de interações.

Outros diferenciais importantes do X1 Carbon (e também do ThinkPad X1 Yoga) é a presença dos processadores da linha Intel Core de décima geração série vPro, com maior potência para tarefas que demandam maior capacidade de processamento, trabalhando com um SSD NVMe de 2 TB e telas com resolução Full HD ou 4K. Ou seja, você não pode reclamar de falta de desempenho para esses produtos.

 

 

O grande diferencial entre o ThinkPad X1 Carbon para o ThinkPad X1 Yoga está no fato da tela do modelo Yoga ser touch, o que não é o caso do modelo Carbon. Então, basicamente você precisa escolher a forma em como você vai interagir com o Windows 10, pois o desempenho dos computadores é o mesmo. Apenas com pequenas variações na presença das portas de conectividade e estética dos produtos baseado em suas respectivas abordagens.

 

 

 

Mas… e o preço da brincadeira aqui?

 

Pois é… aqui é que o filho chora e a mãe não fica sabendo (porque o filho cresceu, arrumou um emprego e descobre que a vida adulta possui uma coisa muito desagradável chamada BOLETO, que pode se tornar ainda pior com outra coisa mais maligna chamada FATURA DE CARTÃO DE CRÉDITO).

Para ter um notebook excelente nas mãos, o preço é alto. Bem alto. Proibitivo para a maioria: o preço inicial sugerido do ThinkPad X1 Carbon de 2020 é de R$ 19.999, e o ThinkPad X1 Yoga custa a partir de R$ 20.159.

Nossa… essa doeu no meu pâncreas!

Porém, como eu não tenho um carro de luxo para me levar na Fast Shop do shopping JK Iguatemi para comprar um desses notebooks à vista, me contento em pagar 1/4 desse valor no ótimo Lenovo IdeaPad L340 que utilizem para digitar esse post, enviado com sucesso pelo Kabum (e que já está pago, porque não tive coragem em parcelar no cartão de crédito e perder o sono com tantas contas para pagar).


Compartilhe