TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Como acabar com o desempenho do seu smartphone | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Como acabar com o desempenho do seu smartphone

Como acabar com o desempenho do seu smartphone

Compartilhe

Eu sei que não é todo dia que você vê isso em um blog de tecnologia, mas também entendo que preciso fazer diferente dos outros. Afinal de contas, eu preciso atrair audiência, e você quer encontrar conteúdos diferentes para aprender um pouco mais sobre como se relacionar melhor com os seus dispositivos de tecnologia.

Dito isso, o que todo quer é usar um smartphone com o melhor desempenho possível. Mas poucos sabem como dá trabalho alcançar esse objetivo. Porém, é bem fácil arruinar essa missão. E é sobre isso o que quero falar com você por alguns minutos

Acreditando que a ideia da psicologia reversa pode funcionar para muitas pessoas, vamos mostrar neste artigo como você pode simplesmente arruinar o desempenho do seu smartphone com muita facilidade e em poucos passos.

 

É mais fácil destruir do que construir

Nem é preciso pensar muito sobre as formas possíveis para provocar uma queda de desempenho em qualquer smartphone ou equipamento informático: basta ser um relaxado nos procedimentos considerados básicos para manter a mínima manutenção preventiva no dispositivo.

Na grande maioria dos casos, o principal responsável por uma eventual queda de desempenho em um smartphone ou equipamento informático é o comportamento do próprio usuário. E, me desculpem as vítimas de golpes e ataques hacker, mas a grande maioria das vítimas ou tem um comportamento errático na internet (clicando em links suspeitos e visitando páginas web ainda mais suspeitas) ou conta com uma senha fraca para produtos e serviços online.

Na maioria dos casos, o dispositivo que se torna vítima do descuido desse usuário irresponsável acaba com problemas de desempenho e bateria como sintomas mais comuns de um comportamento problemático no dispositivo. E essas pessoas simplesmente ignoram por completo o trabalho árduo de profissionais envolvidos nas áreas de I + D (Indústria e Desenvolvimento), que trabalham em atualizações para corrigir brechas que não são protegidas pelo próprio usuário.

E para isso, basta que esse mesmo usuário ignorante faça apenas uma coisa. Uma única decisão, e tudo o que aquele telefone tem de bom pode ser colocado na lata do lixo, e aquele caro iPhone 14 Pro Max de 1 TB de armazenamento pode se transformar em poucos segundos em um caro e chique peso de papel.

E, de novo, se isso acontecer, a culpa é sua.

 

Basta adiar as atualizações para colocar tudo a perder

Como eu disse no título deste artigo, nosso objetivo principal aqui é mostrar maneiras eficientes para acabar com o bom desempenho do seu smartphone. E como eu costumo cumprir com as promessas que faço ou evito ao máximo entregar click baits nos títulos dos artigos publicados, vou então finalmente entrar no assunto principal do texto.

Se por algum motivo desconhecido e completamente sádico você deseja que o seu caríssimo Samsung Galaxy S22 Ultra fique com um desempenho terrível e um funcionamento arruinado (vai saber se isso é um fetiche que você tem…), saiba que nem é necessário submeter o dispositivo a um teste de tortura no melhor estilo JerryRigEverything, ou deixar o telefone no calor extremo do verão carioca ou, quem sabe, em um acesso de raiva, arremessar com toda a força do mundo o dispositivo no concreto.

Tudo o que você precisa fazer é ignorar todas as atualizações de software que os pobres coitados dos desenvolvedores preparam com todo amor e carinho para que você, um verdadeiro filho ingrato, despreze como aquela ex que te esnobou no carnaval de 2017 que você passou em Angra sem contar para a atual namorada.

E agora você está aí, sozinho, com raiva de mim porque lembrei deste episódio e, muito provavelmente, querendo descontar no smartphone.

Essa regra do “eu não vou atualizar o meu smartphone porque gosto de viver perigosamente” pode se fazer mais presente nos dispositivos Android, que normalmente não contam com uma mesma regra de janela de updates, tal e como acontece com o iPhone (iOS).

É importante lembrar que os diferentes fabricantes de dispositivos Android desenvolvem códigos personalizados para cada telefone ou série de smartphones, e essas atualizações podem chegar em maior ou menor volume, dependendo do telefone que você possui.

E se você quiser que esse dispositivo dure menos tempo na sua mão (pois essa história de quatro anos de atualizações é coisa de gente tonta, na sua humilde opinião), é só você deixar de receber as atualizações enviadas para o telefone.

A regra do parágrafo acima é mais ou menos a mesma para iPhone, mas é bem difícil ver os usuários do iOS insistindo nesse tipo de prática doentia, pois essas pessoas estão mais conscientes sobre como o seu telefone se valoriza por causa da nova versão do sistema operacional.

Aliás, eu sei muito bem que os usuários do Android morrem de inveja da política de atualizações adotada pela Apple. Muitos sequer chegam perto de receber ao menos uma grande atualização de sistema operacional no seu dispositivo (não é mesmo, alguns usuários de telefones da Motorola?), o que pode causar uma enorme frustração para quem paga uma bela grana em um dispositivo de tecnologia.

Sem falar que boa parte da culpa nesse processo de atrasos nas atualizações do Android é do próprio Google com a sua fragmentação, que chega a ser nefasta em alguns casos.

Muitos testemunham os dispositivos Pixel receberem as novas versões do sistema operacional antes dos telefones dos demais fabricantes, algo que é até compreensível quando pensamos que eles recebem o chamado “Android stock” ou “Android puro”.

Por outro lado, os fabricantes de smartphones poderiam agilizar esse processo de atualização das diferentes versões ou interpretações do Android disponíveis no mercado. Algumas marcas conseguem fazer um trabalho de respeito neste sentido. Já outras deixam os usuários abandonados só para vender novos dispositivos.

Mas como o seu caso é arruinar com o dispositivo que você tem nas mãos, o caminho das pedras foi dado neste artigo. E eu cumpri com a minha missão: contei qual é o segredo que foi escondido por milênios, em um esquema comandado por monges tibetanos que tentaram esconder a verdade de você esse tempo todo.

Dessa forma, espero ter ajudado aos usuários que realmente desejam acabar com o bom desempenho do seu smartphone. E para alcançar esse objetivo, basta você tomar uma medida bem simples e, ao mesmo tempo, eficiente: simplesmente pare de atualizar o seu dispositivo.

Espero ter ajudado de alguma forma, mas não me responsabilizo pelos resultados alcançados.

De nada.


Compartilhe