TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia 2024 será um ano de revolução para os smartphones Android | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Software | 2024 será um ano de revolução para os smartphones Android

2024 será um ano de revolução para os smartphones Android

Compartilhe

Estamos a pouco menos de 30 dias do início do ano de 2024. E da mesma forma que aconteceu nos anos anteriores, muitos especialistas em tecnologia (eu, inclusive) compreendem que o próximo ano será revolucionário para os smartphones com o sistema operacional Android.

Essa afirmação está apoiada pelo fato da maioria dos smartphones disponíveis no mercado receberem o Android 14 a partir do ano que vem (dependendo da boa vontade dos fabricantes, obviamente).

Com a chegada da nova versão do sistema operacional do Google, uma série de novos recursos desembarcam nesses smartphones, afetando de forma sensível a experiência dos usuários com o Android.

 

Muita coisa vai mudar

O Android 14 oferece informações detalhadas sobre os ciclos de bateria e data de fabricação do dispositivo, proporcionando transparência sobre a saúde desse componente e atendendo a uma demanda antiga dos usuários.

Com um maior controle sobre este importante aspecto do funcionamento do telefone, o usuário poderá estimar melhor quanto tempo o dispositivo vai funcionar de forma plena, e até mesmo tomar medidas para expandir a vida útil do smartphone.

Semelhante ao iOS 16, o Android 14 expande as opções de personalização da tela de bloqueio, entregando aos usuários uma experiência única ao modificar relógio e tipografia.

O usuário vai receber um maior poder de personalização, podendo adotar a sua identidade nas configurações do dispositivo.

Outra inovação notável do Android 14 é a eliminação da necessidade de aplicativos de terceiros ao para o uso direto do smartphone como webcam ao conectar ao PC por USB. Essa mudança pode parecer pequena, mas é essencial para produtores de conteúdo, profissionais que realizam reuniões com videochamadas e professores que dão aulas em modo remoto, entre outros cenários possíveis.

O Android 14 adiciona mais uma capa de segurança aos dispositivos, notificando o usuário em alguns aplicativos quando uma captura de tela é realizada. O recurso é pensado principalmente nos cenários onde a privacidade do usuário é violada com os prints de conversas em aplicativos de mensagens instantâneas.

Ainda falando sobre a privacidade e a segurança do usuário, o Google compreende que esses aspectos são muito importantes para os consumidores de smartphones com o seu sistema operacional.

Por isso, reforçou as bases do Android 14, que passa a proteger os dados pessoais através de medidas como seleção de acesso a fotos e vídeos, aumento do PIN para 6 dígitos, gestão eficiente de permissões e alertas mensais de proteção de dados.

Além do Android 14, o ano de 2024 traz grandes mudanças em aplicativos integrados. O Google Maps apresenta o recurso “Visualização Imersiva de Rota”, proporcionando uma visualização 3D detalhada do caminho. A funcionalidade não estará disponível logo de cara para todos os usuários, mas já é considerada revolucionária pelos entusiastas em tecnologia.

Por fim, o aplicativo de Mensagens recebe uma atualização significativa, com a capacidade de uso da IA para transformar fotos em reações, personalização de fotos e nomes em chats grupais e aprimoramento da qualidade de mensagens de voz, promovendo uma comunicação mais dinâmica entre os usuários.

 

Quando o Android 14 vai chegar ao seu smartphone?

Essa é a pergunta de US$ 1 milhão.

Cada fabricante adota a sua janela de atualizações para um vasto universo de modelos bem diferentes nas especificações de hardware. E isso faz com que a chegada de uma nova versão do Android demore mais do que o desejado pela maioria dos usuários.

De tempos em tempos, publicamos no blog os calendários de atualizações de alguns fabricantes, mas nem todos são tão transparentes com os usuários.

Logo, eu sempre recomendo que você espere pela atualização do seu smartphone com muita paciência e, de preferência, deitado (pois sentado cansa). Ou procure por modelos de marcas que respeitam o consumidor e não se valem da obsolescência programada para obter lucros a todo custo.


Compartilhe