TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Por que pedir o comprovante físico nas compras com o cartão é algo inútil e redundante | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Por que pedir o comprovante físico nas compras com o cartão é algo inútil e redundante

Por que pedir o comprovante físico nas compras com o cartão é algo inútil e redundante

Compartilhe

Sabe o comprovante de compra no cartão? Aquele papel pequeno que você não sabe onde enfiar depois que recebe? Pois é… nos tempos modernos, ele é algo completamente inútil, e só vai facilitar a sua vida em situações específicas.

E, mesmo assim, não é algo indispensável para comprovar que você pagou por algum produto ou serviço nos estabelecimentos físicos.

Neste post, vamos tentar ajudar o meio ambiente convencendo o amigo leitor a não mais pedir ou receber o comprovante físico de compra no cartão de crédito ou débito. E… sim, temos argumentos para justificar essa tentativa de convencimento.

 

 

 

Só serve para gastar papel

Vivemos em uma era digital, mas alguns estabelecimentos e consumidores insistem, de forma bem tola, em exigir comprovantes físicos de compra, a partir de um irritante e pequeno pedaço de papel.

A primeira coisa que você deve fazer como consumidor é verificar ANTES DE REALIZAR O PAGAMENTO se o valor que será cobrado do seu cartão é o correto. E isso é bem fácil de ser feito: basta olhar para o visor da máquina de cobrança do cartão.

Alguns bancos afirmam que a cópia física de um comprovante de pagamento é um complemento de segurança, ou uma forma de reforçar a autenticidade daquela compra. Porém, o gerente que falou essa asneira tem 85 anos de idade, e ignora que todo mundo tem um smartphone nesse momento.

Praticamente todo banco que presta possui um aplicativo para que o cliente realize tarefas básicas de qualquer conta bancária, como verificação de saldo e extrato, transferências e consultas de cobranças. E esse registro é mais que suficiente para comprovar o que você pagou por uma determinada compra.

E, na pior das hipóteses, você ainda pode pedir um extrato físico do seu banco, e isso faz com que você gaste muito menos papel do que receber os comprovantes de cada compra de forma individual.

Tá, o mundo perfeito pede que você não use o papel de forma desnecessária em sua vida. Mas reconheço que em alguns casos específicos (principalmente envolvendo a justiça) a cópia física ainda é necessária.

 

 

 

Quais são os dados que importam para reclamar de uma compra no cartão?

Muita gente se esquece disso, mas toda compra no cartão de crédito ou débito conta com registros de informações cruciais para confirmar a sua autenticidade. E essas informações normalmente são o valor, a data e a hora da transação.

Quando esses três dados coincidem, você tem a autenticidade da compra mais que comprovada. E você não precisa imprimir um pedaço de papel para que esses dados sejam considerados válidos.

De novo: basta ter um smartphone na mão e o aplicativo do seu banco aberto e exibindo essas informações, e você consegue comprovar a autenticidade de qualquer compra. Um pedacinho de papel não vai tornar você mais importante na C&A para provar ao gerente da loja que você tem razão.

E isso vale também para a nota fiscal de compra dos produtos. Nos casos de devolução ou envio do produto para a assistência técnica, a obrigatoriedade de envio desse documento impresso em formato físico é uma burocracia desnecessária, além de resultar em um impacto negativo no meio ambiente.


Compartilhe