Wetten.com Brasil Apostas
Home » Notícias » Por que o canal Loading chegou ao fim?

Por que o canal Loading chegou ao fim?

Compartilhe

O canal Loading, voltado para a cultura pop e geek, encerrou as suas atividades. Ainda não há um anúncio oficial por parte da emissora, mas vários dos seus apresentadores compartilharam a informação em suas respectivas redes sociais oficiais.

Com apenas seis meses de atividades e algumas polêmicas nos bastidores, o canal Loading chega ao fim, após apresentar uma proposta diferenciada de entretenimento para um nicho específico de audiência: o público jovem e ávido por cultura geek.

Veiculando o seu sinal em TV aberta, pela internet e em algumas operadoras de TV por assinatura, sua estreia fez muito barulho na internet. Por isso, vale a pena explicar para o amigo leitor por que o Loading chegou ao fim.

 

 

 

Por que o Loading chegou ao fim?

 

 

O principal motivo para o fim do canal Loading é o mesmo que influencia em praticamente todas as grandes decisões da humanidade: o dinheiro (ou, nesse caso, a falta dele).

A partir de agora, tudo o que vamos escrever sobre o assunto é baseado em informações que são públicas na internet, tanto por parte dos envolvidos como por parte dos veículos de imprensa que estão abordando a notícia.

Os responsáveis pelo canal Loading ainda não se pronunciaram sobre o assunto, e esse artigo pode ser atualizado no futuro, ou publicaremos um novo post com explicações mais completas e oficiais.

De qualquer forma, o principal motivo para o fim do canal Loading foi a saída do principal parceiro comercial do canal, a varejista Kalunga. Além de bancar financeiramente o projeto, a empresa contava com a concessão do sinal da finada MTV desde 2014, algo considerado fundamental para a veiculação de um canal de TV aberta.

A decisão da Kalunga resultou em barulho e até um pouco de revolta por parte da audiência do Loading na internet, algo esperado. Mas a empresa também não se pronuncia sobre os motivos que resultaram no fim do apoio financeiro ao projeto.

 

https://twitter.com/mamacitapobre/status/1398070079934324741?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1398070079934324741%7Ctwgr%5E%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.minhaoperadora.com.br%2F2021%2F05%2Fcanal-loading-chega-ao-fim-apos-desistencia-da-kalunga.html

 

Por outro lado, alguns apresentadores dos já extintos programas veiculados no canal confirmam nas redes sociais que receberam a decisão sobre o fim das atividades do Loading através de uma reunião online ocorrida na última quinta-feira (27).

 

 

Vários profissionais estão se despedindo dos colegas e da audiência pelas suas redes sociais na internet, e já procuram por novas oportunidades para seguirem produzindo conteúdo na internet.

 

 

 

 

 

O que aprendemos com o fim do Loading?

Uma das polêmicas que o Loading se envolveu ao longo dos seus curtos seis meses de vida foi a censura em relação a alguns temas e conteúdos que foram pautados pelos seus profissionais.

O motivo para determinados temas (que são relevantes para o público alvo do canal) serem vetados pela direção do Loading foi “não melindrar os patrocinadores do projeto”.

Essa é uma das lições que o fim do Loading deixa: jamais vetar uma geração de produtores de conteúdo que estão mais do que acostumados com controle criativo e, principalmente, liberdade de expressão.

Outra lição é na ousadia de um projeto que tenta ser comercial na TV aberta, mas sem observar qual é o público alvo que o canal procura. Será que se manter vivo em diferentes plataformas com uma audiência de nicho era o suficiente para manter o projeto vivo?

De qualquer forma, ainda esperamos por explicações oficiais dos responsáveis pelo Loading. Lamentamos pelo fim do projeto, mas quando olhamos para alguns detalhes, não é difícil concluir que o fim poderia ser esse.

Só não se esperava um fim tão rápido.


Compartilhe