TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia O calor do verão pode acabar com a qualidade da internet móvel no seu celular? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | O calor do verão pode acabar com a qualidade da internet móvel no seu celular?

O calor do verão pode acabar com a qualidade da internet móvel no seu celular?

Compartilhe

O verão brasileiro pode ser extremamente duro conosco, mas nem tanto com os nossos dispositivos móveis. Por incrível que pareça, não é o calor que afeta o desempenho dos telefones durante a estação mais quente do ano, mas sim outros fatores associados que merecem a sua atenção.

Como a maioria de nós não nasceu sabendo nessa vida e qualquer informação mais relevante pode fazer a diferença em obter um melhor desempenho com o nosso dispositivo móvel, vamos então entender quais são os fatores que podem afetar de forma decisiva a performance do seu smartphone nessa época do ano.

Lembrando que os resultados podem variar, dependendo da região do Brasil onde você se encontra. Por exemplo, o verão de Florianópolis (SC) é intenso, mas não chega nem perto do inferno que existe em Araçatuba (SP).

 

 

 

A meteorologia SIM afeta as comunicações móveis

Fenômenos meteorológicos podem resultar em alterações ou indisponibilidades no sinal de telefonia e internet móvel, deixando o usuário sem conexão de rede. E você já deveria desconfiar disso todas as vezes que você ficou offline quando aquele pé d´água caiu na sua cidade.

Os relâmpagos podem causar interferências elétricas que impedem que o sinal de telefonia móvel alcance o seu máximo potencial ou chegue de forma plena aos dispositivos.

Além disso, um elevado volume de moléculas de água no ar podem fazer com que as ondas de rádio acabem se refratando, prejudicando a transmissão do sinal de dados ou de telefonia.

Todos esses dois fenômenos meteorológicos descritos nos parágrafos anteriores são sentidos na prática por usuários de todo o planeta, em maior ou menor grau.

E é importante deixar o registro que fortes ventos não afetam a qualidade do sinal de forma direta, mas podem resultar em danos óbvios nas antenas de telefonia móvel, nos receptores de sinais de satélite e receptores de GPS.

Tudo isso é bem plausível e até previsível, considerando que estamos falando de condições climáticas adversas. Mas… e o calor? Como ele pode entrar nessa equação prejudicial?

 

 

 

Não pense na temperatura. Pense na umidade

E é aqui que eu começo a entender por que o sinal de internet móvel em Florianópolis pende para o status de “porcaria” em determinados locais da ilha…

Condições de temperaturas extremas (como um calor escaldante ou um frio muito intenso) não afetam a qualidade de sinal de telefonia móvel, mas sim aos seus dispositivos correlacionados. Mas vamos falar sobre isso mais adiante neste artigo.

O grande problema das elevadas temperaturas não está exatamente nos registros de números muito altos, mas sim o impacto que todo esse calor tem na umidade relativa do ar, um inimigo invisível de todos. Tanto dos brasileiros que ficam suando como porcos, como dos dispositivos, que não conseguem obter o melhor desempenho.

Se essa umidade relativa do ar é muito baixa ou muito alta, o vapor de água acaba se congelando ou se evaporando respectivamente. E é isso que faz com que o sinal de telefonia móvel não se propague com a mesma facilidade.

De novo: a interferência neste caso atua como um inimigo invisível, e pouco podemos fazer para melhorar a qualidade de sinal de telefonia móvel. A não ser que sua mãe nos convença que colocar um balde com água dentro do quarto vai melhorar a qualidade do streaming da Netflix.

Por outro lado, de acordo com os especialistas, é raro ver variações de umidade afetando o sinal de telefonia móvel em diferentes regiões do planeta. Porém, quando isso acontece, o impacto na qualidade do sinal é elevado.

As altas temperaturas podem fazer com que a latência de sinal aumente assustadoramente, provocando a perda dos pacotes na comunicação entre dispositivos e reduzindo a largura de banda efetiva.

Traduzindo: a sua internet móvel vai ficar mais lenta, e você não vai poder fazer muita coisa para melhorar a velocidade de transmissão de dados.

 

 

 

Existem poucos estudos que não falam muito sobre o assunto

Outro grande problema neste caso é a ausência de maiores informações sobre o tema, já que poucos estudos foram realizados para analisar a fundo os efeitos de uma elevada variação térmica na qualidade de transmissão do sinal de telefonia móvel.

Um dos poucos estudos sobre o assunto foi publicado em 2017, Ele analisava o RSSI (Received Signal Strenght Indicator, ou Indicador de Força de Sinal Recebido), que estabelecia uma forma de medir se a temperatura poderia afetar ou não a qualidade de sinal nos smartphones e a força que esse sinal chegava nos dispositivos.

As conclusões deste estudo mostram que existe uma “débil correlação positiva” entre a temperatura e a qualidade de sinal de telefonia móvel, mencionando a umidade relativa do ar como a verdadeira culpada dos potenciais problemas de transmissão de dados.

E, mesmo assim, o nível dessa influência não era excessiva a ponto de prejudicar de forma substancial a qualidade do sinal das redes móveis.

 

 

 

Cuidado com o seu smartphone ou roteador durante o verão

Logo, é muito difícil que a temperatura em si acabe afetando a qualidade de conectividade, mas pode sim afetar aos dispositivos relacionados.

Todo e qualquer componente eletrônico (incluindo smartphones, computadores, consoles de videogame, Smart TVs, roteadores e outros) estão certificados para operar sem maiores problemas em faixas específicas de temperatura.

Porém, quando essas margens de segurança são alcançadas ou superadas, todos esses dispositivos podem ter problemas que afetam o seu desempenho e, em alguns casos mais graves, geram danos irreversíveis.

Para evitar maiores problemas, sempre procure seguir alguns conselhos básicos e bem simples de serem adotados, tais como:

  • Colocar o roteador em um local que não vai receber a luz do sol de forma direta
  • Não deixar o smartphone dentro do carro em dias quentes.
  • Jamais colocar o smartphone na geladeira ou congelador nos dias mais quentes (pois isso provoca a condensação no interior do dispositivo, piorando a situação).
  • Em determinados momentos, desligar o telefone e deixar o dispositivo descansando em um lugar mais fresco ou na sombra, para reduzir as suas temperaturas internas.

 

 

 

As aglomerações durante o verão devem ser evitadas

O calor pode não ser o culpado pela piora da qualidade do sinal de celular, mas o verão pode ser terrível para produzir problemas neste aspecto em larga escala.

O último motivo deste artigo que pode influenciar decisivamente para a entrega de um sinal de telefonia móvel de má qualidade são as áreas da cidade muito concorridas.

As grandes aglomerações que normalmente acontecem durante o verão prejudicam a capacidade de cobertura das operadoras de telefonia móvel, que acabam não dando conta da grande quantidade de pessoas utilizando essas redes ao mesmo tempo.

Praias, concertos musicais, jogos de futebol e outros eventos com grandes aglomerações podem simplesmente derrubar a qualidade de sinal, e nem mesmo a melhor operadora de telefonia móvel do mundo pode resistir à voracidade de usuários ávidos por baixar e enviar conteúdos para a internet.

Logo, se quer evitar que a qualidade da sua internet móvel despenque durante o verão, vale a pena também evitar os tumultos e as aglomerações. Quem sabe um cinema em casa pode ajudar… desde que o sinal de internet esteja decente na região onde você mora.


Compartilhe