TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Ninguém curtiu os celulares Xiaomi mais caros | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Telefonia | Ninguém curtiu os celulares Xiaomi mais caros

Ninguém curtiu os celulares Xiaomi mais caros

Compartilhe

De novo esse tema no blog. Vamos mais uma vez levantar a polêmica com os fãs da Xiaomi. Se bem que, pelo o que consigo perceber nas publicações de fóruns e comunidades especializadas, o amor pela marca acabou a algum tempo.

E esse amor foi embora por causa do dinheiro, basicamente.

Aquela Xiaomi de preços competitivos, telefones baratos e ótima relação custo/benefício simplesmente não existe mais. Definitivamente. E não tem mais volta. E muitas viúvas da marca estão se perguntando por que ela traiu as pessoas dessa forma.

Mas… será que eu preciso explicar mais uma vez para essas pessoas que nada é para sempre?

 

 

 

Por que a Xiaomi subiu os preços dos seus smartphones?

 

Porque ninguém paga os salários dos funcionários com frases do tipo: “nossa, como essa empresa é legal comigo, já que me entrega um bom smartphone por um preço de telefone da Multilaser”. Esse era um milagre que não poderia perdurar por mais tempo.

Toda empresa, de qualquer segmento, precisa obter lucros. Fato. A Xiaomi ser chinesa não quer dizer que ela não é extremamente capitalista no seu modelo de negócios. Bom, até um passado não muito distante ela não era tão capitalista assim, já que cobrava um lucro de apenas 5% em cada produto vendido.

Porém, esse milagre não poderia perdurar por mais tempo. A solução para a Xiaomi foi lançar marcas que entregavam a mesma relação custo-benefício (no caso, Redmi e Poco), enquanto que a marca principal já consolidada no mercado aumentou os preços dos seus telefones, sabendo que muitos dos seus fãs comprariam os seus produtos, mesmo custando um pouco mais caros.

Mas, veja bem: eu disse muitos, e não todos os seus fãs. Muita gente está descontente com a postura da marca, e decidiu abandonar o barco.

Mas não podemos colocar como fator determinante o “quero ganhar mais dinheiro” da Xiaomi. Neste momento (outubro de 2021, depois da pior crise sanitária do nosso tempo), outros fatores acabam influenciando na subida de preços dos telefones da Xiaomi.

 

 

 

Quer ser mais premium em um momento onde faltam chips

 

A Xiaomi tomou a decisão de deixar a sua marca principal mais premium, com produtos com um hardware mais robusto, mais completo e, naturalmente, mais caro. Era a decisão a ser tomada para uma empresa que queria obter uma margem de lucro maior por cada unidade vendida.

Por outro lado, para azar da própria Xiaomi, a crise sanitária global que afeta as nossas vidas desde março de 2020 afetou de forma sensível a produção de distribuição de chips para os diversos produtos de tecnologia existentes no mercado.

Logo, os modelos mais caros da Xiaomi chegam ao mercado ainda mais caros, resultando em produtos que são tão caros quanto os seus principais concorrentes. E, pelo andar da carruagem, o cenário de fornecimento de chips não vai mudar tão cedo.

Ou seja, se quer pagar menos por telefones da Xiaomi que naturalmente se tornaram caros pelo reposicionamento da empresa, é melhor ter uma boa dose de paciência e esperar bastante. Se possível, espere sentado.

 

 

 

Conclusão

É o que temos para hoje, amigo leitor.

Ou você aceita que a Xiaomi deixou de ser aquela marca queridinha com produtos ótimos e preços razoáveis, ou vai comprar um smartphone da Redmi, que nada mais é do que a Xiaomi do passado melhorada. Ou compra um Poco, que dá quase na mesma.

Mas chorar pela Xioami que não existe mais? Sinceramente? Não vale a pena!


Compartilhe