TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Lenovo Smart Paper: cuidado, Kindle Scribe! | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | eBooks e eReaders | Lenovo Smart Paper: cuidado, Kindle Scribe!

Lenovo Smart Paper: cuidado, Kindle Scribe!

Compartilhe

O Kindle Scribe acabou de encontrar um concorrente de peso.

A Lenovo apresentou ao mundo o Lenovo Smart Paper, e isso deixa muito claro que o mundo abraçou os livros eletrônicos de forma definitiva, e entende que esses usuários não estão se limitando em consumir os conteúdos, mas desejam também fazer anotações, assinar documentos e várias outras atividades que passamos séculos de nossas vidas fazendo com o papel.

A proposta da Lenovo chama a atenção pelo tamanho, por também utilizar uma tela de tinta eletrônica e por apresentar uma consistência de proposta típica de uma marca que é hoje uma das líderes no mercado de notebooks. E toda essa experiência serviu de alguma coisa para conceber o Lenovo Smart Paper.

Vamos ver se ele pode bater de frente com a proposta da Amazon.

 

Ele é fino, e tem tela retro iluminada

O Lenovo Smart Paper tem duas coisas muito importantes para qualquer leitor de livros eletrônicos que tente ameaçar o reinado do Kindle: uma tela com luz própria e baixa espessura para ser confortável durante o uso.

Com 5.5 milímetros de espessura e peso de pouco mais de 400 gramas, o Lenovo Smart Paper não pesa tanto nas mãos, considerando que este é um dispositivo que tem 10.3 polegadas de tela. Se ele quer competir com o Kindle Scribe, essas dimensões estão de bom tamanho.

Essa tela possui tratamento antirreflexo, o que é ótimo para quem quer usar o produto naqueles dias de sol forte na praia ou na beira da piscina, e até 24 níveis de brilho, o que é excelente para os usuários com hábitos noturnos.

Nestes aspectos, a proposta da Lenovo oferece o que é considerado o suficiente para se obter uma boa experiência de uso em um produto com as suas características. Mas precisamos conhecer mais do dispositivo para compreender onde ele pode chegar, e o que ele quer nos oferecer.

 

Um lápis ótico inteligente, e uma generosa bateria

O Lenovo Smart Paper começa a conquistar o meu coração com esse lápis ótico que conta com 4.096 níveis de sensibilidade, sistema de detecção de inclinação e modos de uso que emulam o comportamento e a resposta de uma caneta, lápis de madeira, lápis mecânico, caneta para caligrafia e até pena para tinteiro.

Logo, pense na versatilidade que os usuários mais criativos podem obter com um produto como esse.

Existem pelo menos 74 formatos diferentes para registro de anotações no Lenovo Smart Paper, incluindo papel pautado, papel com linhas, com quadriculados, folha em branco, pauta musical e outras propostas.

Sério, só pela pauta musical a minha mão já começa a coçar. Escrever partituras neste dispositivo deve ser uma experiência excelente, já que ele tem tudo para emular a reação com o papel que muita gente gosta.

De quebra, o Lenovo Smart Paper possui uma generosa bateria de 3.550 mAh, que oferece uma autonomia de uso para aproximadamente 7.000 páginas de leitura com uma única carga.

Parece que foi de propósito que a Lenovo não converteu a autonomia de bateria do Lenovo Smart Paper para os dias de uso que o produto pode ficar funcionando com uma única carga. Afinal de contas, 7.000 é um número muito mais expressivo do que, por exemplo, 90 dias (e eu estou chutando o tempo de autonomia de uso em dias).

 

Gravador digital integrado e capacidade de armazenamento

Para completar a mais que competente experiência de uso com o produto, a Lenovo integrou no Lenovo Smart Paper um gravador de voz digital.

O recurso pode ser útil naqueles momentos onde queremos gravar o professor falando dentro da sala de aula enquanto tiramos aquela soneca gostosa, gravar a fala do chefe na reunião para cobrar suas incoerências em um momento posterior, ou até mesmo para aqueles momentos onde você deseja realizar uma gravação rápida sobre um trecho de livro que você está lendo.

Ou no meu caso, para testar como vai ficar a construção de uma melodia em desenvolvimento na partitura que pode ser escrita no próprio dispositivo.

Todo o conteúdo que você produzir no Lenovo Smart Paper ou salvar através de livros via download será armazenado nos 50 GB disponíveis em seu interior, o que é o suficiente para salvar pelo menos 50 mil páginas de anotações, ou mais de 2 milhões de livros.

Ou seja, ele não precisa muito mais do que isso para fazer feliz os usuários mais exigentes nos aspectos de leitura ou produtividade. Mesmo porque é preciso ser muito fanático por leitura para ter mais de 2 milhões de livros digitais armazenados em qualquer tipo de dispositivo eletrônico.

 

Lenovo Smart Paper: primeira opinião

O Lenovo Smart Paper tem previsão de lançamento no mercado europeu para o mês de março de 2023, e tem preço inicial sugerido de 499 euros.

Apenas para você ter um parâmetro para comparação: nos Estados Unidos, o Kindle Scribe tem preço sugerido de US$ 399.

Considerando o fato de que as duas propostas são muito similares nos aspectos gerais, é provável que a maioria dos usuários acabe investindo no Kindle Scribe, por ser de uma marca mais conhecida e, em teoria, mais compatível com os livros que adquiriu ao longo de anos.

Por outro lado, a proposta geral do Lenovo Smart Paper não pode ser desperdiçada. Ele é mais completo que o seu concorrente direto fabricado pela Amazon em alguns aspectos, e seus diferenciais podem ser decisivos para quem procura um produto como esse para necessidades mais específicas.

Particularmente, me agradou muito a proposta do Lenovo Smart Paper, e torço para que ele chegue ao Brasil em algum momento no futuro. Posso fazer um comparativo dele com o Kindle Scribe em algum momento mais adiante, mas certamente vou escolher o dispositivo que se apresentar como a proposta que melhor vai atender a todas as minhas necessidades.

Mesmo porque quem compra um produto como esse apenas para ler livros está jogando dinheiro fora, pois não aproveita todo o potencial de um produto com essa proposta.


Compartilhe