TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Lenovo Yoga Book 9i, um notebook com tela OLED dobrável | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notebooks, Ultrabooks e Conversíveis | Lenovo Yoga Book 9i, um notebook com tela OLED dobrável

Lenovo Yoga Book 9i, um notebook com tela OLED dobrável

Compartilhe

A Lenovo é líder global no mercado de notebooks, e quer consolidar essa liderança com produtos com design inovador ou disruptivo. Neste caso, o Lenovo Yoga Book 9i alcança os dois objetivos, já que é o primeiro portátil com tela dupla OLED do mercado.

Além disso, o Lenovo Yoga Book 9i promete entregar a potência necessária para que qualquer usuário possa realizar as principais atividades informáticas. Tudo bem, ele não conta com o processador mais potente de sua geração, mas ao menos é um chip Intel Core i7 de 13ª geração, o que deixa o dispositivo bem atualizado para o futuro.

Mas… o que mais o Lenovo Yoga Book 9i pode oferecer para você, além de um design muito diferente de um notebook convencional?

Vamos descobrir isso juntos, a partir de agora.

 

Um design de tablet com tela estendida

O que realmente chama a atenção no Lenovo Yoga Book 9i é a sua tela OLED de 13.3 polegadas que, na prática, é dupla: são DUAS TELAS com resolução 2.8K com brilho de 400 nits, entregando dessa forma todas as possibilidades de uma experiência de uso bem diferente daquela encontrada em um notebook tradicional.

Aqui, a conquista da Lenovo é expressiva: as duas telas aproveitam até 91% de relação tela-corpo, em um OLED com suporte HDR Dolby Vision em formato 16:10. Ou seja, é uma tela muito ampla em um corpo compacto, o que aumenta as chances de consumo de conteúdo de entretenimento e aspectos de produtividade eem qualquer lugar.

O Lenovo Yoga Book 9i também é pensado nos usuários que estão dando uma maior ênfase para as reuniões através de videochamadas, já que inclui uma câmera com resolução FullHD. Além disso, a presença do sensor infravermelho torna esse portátil compatível com o Windows Hello, reforçando os aspectos de segurança do dispositivo.

 

Aceita: não tem teclado físico neste notebook

Como já era de se imaginar, o Lenovo Yoga Book 9i se apresenta como uma proposta diferente na experiência de uso. E para alcançar esse objetivo, ele não pode contar com um teclado físico.

Você até pode utilizar um teclado Bluetooth se deseja ter uma resposta mais próxima a de um notebook para poder produzir textos com maior produtividade, mas terá que investir no acessório por conta própria.

A boa notícia é que está bem fácil transformar o Lenovo Yoga Book 9i em um desktop portátil. Com um teclado, um mouse Bluetooth e um lápis ótico Smart Pen, é possível ter uma experiência de uso muito próxima a de um desktop tradicional.

Por fim, o modelo conta com três portas USB-C, sendo que uma delas é um conector Thunderbolt 4, o que deve ser o suficiente para conectar diferentes tipos de periféricos no equipamento.

 

Use uma tela para cada coisa

É sempre importante reforçar que o Lenovo Yoga Book 9i possui DUAS TELAS, e que o dispositivo é pensado prioritariamente para a produtividade. Logo, você pode usar uma tela com o teclado virtual e a outra para a visualização de conteúdos ou interagir com o sistema operacional.

Mas nada impede que você utilize o tal teclado Bluetooth para aproveitar as duas telas para aumentar ainda mais a sua produtividade móvel. A própria Lenovo oferece alguns exemplos bem interessantes para essas finalidades na apresentação do produto, o que ajuda a diferenciar bem a proposta de seus concorrentes.

No final, tudo vai depender das necessidades ou até mesmo da criatividade do usuário. Dá para transformar o Lenovo Yoga Book 9i em uma workstation, em plataforma multitarefa para edição de áudios e vídeos, em um livro eletrônico ou pasta para leitura de partituras ou para outras finalidades mais específicas.

 

Um conjunto técnico bem interessante

Olhando para as especificações técnicas, o Lenovo Yoga Book 9i pode não ser o mais potente de sua categoria (e não precisa necessariamente ser, já que o que importa aqui é o formato do produto). Por outro lado, ele está bem ajustado para o que se propõe a fazer.

Além da tela de 13.3 polegadas, o Lenovo Yoga Book 9i conta com um processador Intel Core i7-U15 de 13ª geração trabalhando com gráficos Intel Iris Xe, 16 GB de RAM LPDDR5, até 1 TB de SSD no padrão PCIe M.2 4.0, alto falantes assinados pela Bowers and Wilkins compatíveis com tecnologia Dolby Atmos, WiFi 6e, Bluetooth 5.2 e peso de 1.38 kg.

Ou seja, é o típico produto para quem deseja um design diferenciado e uma mobilidade para as tarefas de produtividade, atendendo inclusive aos mais criativos.

E nesse momento, você já se deu conta que o grande problema deste produto está naquele que é o mais decisivo para a decisão de compra de qualquer pessoa.

O preço.

 

Lenovo Yoga Book 9i: primeira opinião

O Lenovo Yoga Book 9i é o primeiro de sua espécie e, por causa disso, tem um preço naturalmente elevado por causa do formato e do ineditismo de sua proposta.

Seu preço inicial sugerido é de 2.229 euros (na versão com 512 GB de armazenamento), e as primeiras unidades estarão disponíveis no mercado internacional em julho de 2023. Obviamente, não há previsão de lançamento para o mercado brasileiro.

Não posso avaliar que o Lenovo Yoga Book 9i necessariamente deixa a desejar porque não entrega as especificações técnicas mais potentes para o mercado atual. Eu entendo que até mesmo a Lenovo precisa trabalhar com a melhor relação custo-benefício possível para tornar o produto viável.

De qualquer forma, o que a Lenovo tem aqui é uma conquista, principalmente por adotar uma tela OLED para um produto com esse formato. Fico na torcida para que o tempo e o avanço da proposta tornem as futuras versões do dispositivo mais acessíveis para o grande público.

É um produto que me chama a atenção pelo formato, mas que não necessariamente seria o mais prático para o meu dia a dia. E aqui, estou ignorando o seu preço. Olho exclusivamente para o seu formato.

Neste momento, ainda estou muito acostumado com o notebook tradicional, e não consigo conceber a ideia de levar dois periféricos na mochila, aumentando o peso dos itens que tenho que carregar na rotina diária.

Por outro lado, ele pesa menos que um notebook e uma tela externa portátil, um conjunto que me entrega a mesma experiência de uso. E isso é algo que precisa ser considerado.


Compartilhe