É realmente seguro migrar suas conversas do WhatsApp para o Telegram?

Compartilhe

O Telegram passou a oferecer o recurso de importação (ou migração) das conversas do WhatsApp para o seu aplicativo de mensagens, atendendo assim aos interesses daqueles que querem abandonar de vez a plataforma do Facebook após as mudanças na política de uso do aplicativo de mensagens instantâneas mais popular do planeta.

Porém, toda mudança tem os seus riscos. Ainda tem muita gente usando o WhatsApp e não vai abandonar esse aplicativo. Mas para quem vai migrar, é preciso ter em mente que o Telegram não é tão mais seguro assim, e pode resultar em um alto risco para os seus dados pessoais.

Vamos descobrir se essa migração das conversas é tão segura quanto o Telegram promete.

 

 

 

Toda mudança envolve riscos

 

 

O Telegram recebeu um grande número de novos usuários que desistiram do WhatsApp, e para deixar essa migração ainda mais agradável além de incentivar aos mais indecisos pela mudança, a plataforma russa ativou a opção de exportar todos os seus dados, conversas e contatos de um aplicativo para outro.

A má notícia é que o recurso é menos seguro do que gostaríamos que fosse.

Tanto o WhatsApp como o Telegram usam o sistema de codificação de ponta a ponta para proteger as conversas, mensagens e outros itens compartilhados nas conversas. Porém, nada impede que as mensagens possam ser visualizadas quando as mesmas vão para uma cópia de segurança na nuvem ou armazenada no dispositivo.

Cópias de segurança nas nuvens do Google e da Apple anulam o sistema de encriptação ponta a ponta. O recomendado é fazer cópias de segurança em dispositivos físicos como computadores, e não em serviços na nuvem pública ou gratuita.

 

 

 

E quais são os riscos ao mudar para o Telegram?

 

 

O problema é justamente o que eu disse no item anterior: o Telegram é uma plataforma baseada na nuvem. Apenas os chats secretos estão efetivamente protegidos com encriptação local, ou seja, no dispositivo. Todas as demais conversas dentro do aplicativo são armazenadas em sua plataforma na nuvem.

Ou seja, ao perder o smartphone, você não perde as conversas no Telegram. Por outro lado, o sistema de encriptação ponta a ponta não é tão confiável como no WhatsApp, onde os dados passam de um telefone a outro codificados, sem a intervenção de um servidor antes da mensagem chegar ao receptor.

O Telegram se defende dessa teoria, afirmando que a sua nuvem de dados é mais segura que aquelas oferecidas pela Apple ou Google. Porém, você só tem as suas conversas realmente protegidas na plataformas se configurar as mensagens na função de chats secretos de forma manual.

Agora, cabe a você decidir se vale a pena reduzir o nível de segurança de suas mensagens por conta das mudanças das políticas do WhatsApp que, na prática, promove um cruzamento maior de dados pessoais entre as plataformas que fazem parte do Facebook.

Decisão difícil, convenhamos…

 

 

Via Forbes


Compartilhe