TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Como evitar a tela “queimada” no Nintendo Switch OLED | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Como evitar a tela “queimada” no Nintendo Switch OLED

Como evitar a tela “queimada” no Nintendo Switch OLED

Compartilhe

O novo Nintendo Switch OLED é um recém chegado ao mercado. Bom, quero dizer, pelo menos em teoria, pois seus estoques se esgotaram tão logo ele ficou disponível nas lojas. Ou seja, pouca gente tem o produto (agradeça à crise dos semicondutores pelos inventários reduzidos).

E a sua principal novidade é a incrível tela OLED de 7 polegadas, com tons negros mais puros e cores mais vivas. E, obviamente, uma maior fragilidade.

Não é porque é uma tela da Nintendo que ela está livre dos temidos problemas de pontos queimados que podem destruir uma tela OLED com o passar do tempo. Logo, é importante você saber o que deve fazer com o seu novo Switch OLED para evitar uma morte prematura dessa tela.

 

 

 

Por que as telas OLED são mais delicadas?

 

O primeiro diferencial que explica essa maior fragilidade das telas OLED é que a mesma é feita de cristal, e não de plástico como na geração anterior do Nintendo Switch.

Aliás, a pequena capa de proteção que a Nintendo colocou nesta tela do Switch OLED NÃO DEVE SER RETIRADA, diferente do que algumas pessoas estão fazendo, acreditando que esta é uma película que vem de fábrica e que deve ser removida.

A pequena capa está lá para reforçar a proteção da tela contra acidentes físicos que são normais do uso frequente como, por exemplo, eventuais riscos e arranhões.

Mas o que realmente preocupa os atuais e futuros compradores do Nintendo Switch OLED é a possibilidade da tela ficar “queimada”. Na prática, é o efeito de sombra de uma imagem que pode ficar de forma permanente nas telas OLED quando essa imagem fica muito tempo em exibição na tela e sem grandes variações.

Mas… será que todo o avanço tecnológico nas telas não fez com que a Nintendo encontrasse uma solução para evitar ou eliminar o problema das telas OLED queimadas?

 

 

 

O Nintendo Switch OLED pode sofrer desse mal?

 

Sim. O Nintendo Switch OLED pode sofrer do problema da tela OLED queimada, assim como acontece com todas as telas OLED de todos os dispositivos disponíveis no mercado atual. Pois essa é uma anormalidade que faz parte desse tipo de tela.

Porém, com o passar dos anos, as telas OLED melhoraram muito, e esse problema de tela queimada se tornou menos frequente. Mesmo assim, é importante enfatizar que um console de videogames não é uma televisão que quase sempre mostra imagens em movimento. Os elementos estáticos dos jogos e a interface de usuário do console podem afetar a tela com o passar do tempo.

 

 

 

O que fazer para evitar esse problema?

 

A Nintendo informa no manual de instruções do Nintendo Switch OLED que é aconselhável deixar os ajustes do console em Modo Repouso, tal e como estão no produto quando ele chega de fábrica. Dessa forma, o console desliga a tela 5 minutos após a inatividade. O tempo máximo recomendado para o uso dessa funcionalidade é de 15 minutos.

Se o jogo que você vai jogar tem elementos fixos na sua interface, tente não jogar este game por várias horas seguidas, e procure alternar os títulos que você vai rodar no console.

 

 

Por fim, não fique obcecado com isso, e jogue no Nintendo Switch OLED sem medo. Se você seguir os conselhos deixados pela Nintendo, dificilmente a tela vai sofrer danos.

Boa diversão.


Compartilhe