Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Como descobrir qual é o tempo de uso de tela do seu smartphone (e por que você deve fazer isso)

Como descobrir qual é o tempo de uso de tela do seu smartphone (e por que você deve fazer isso)

Compartilhe

Em tempos onde muito se fala sobre smartphones com recarga de bateria em poucos minutos, muitos usuários precisam se preocupar o tempo todo com o gasto energético do dispositivo no presente. Afinal de contas, a inovação tecnológica que promete recarregar dispositivos durante o preparo de um miojo ainda vai levar um tempo para chegar até aqui.

O elemento que mais gasta bateria em um smartphone é a tela, pois você precisa desse recurso ligado o tempo todo para utilizar o dispositivo. Logo, vale a pena que você fique de olho neste aspecto, pois vários fatores podem influenciar nesse tempo de atividade.

Vamos mostrar a partir de agora como você pode verificar quanto tempo a tela do seu smartphone está ligada, tanto no Android como no iPhone (iOS).

 

Os fatores que influenciam no tempo de tela ativa

Antes de explicar as maneiras disponíveis para verificar o tempo de atividade de tela no smartphone, entendo que é importante revisar quais são os fatores que podem influenciar nesse tempo de atividade de tela.

O primeiro fator a ser considerado é a própria dinâmica da vida. Os dias não são iguais, e você pode utilizar mais ou menos o smartphone hoje, amanhã ou depois. Ou seja, não estranhe se em um determinado dia a bateria durar um pouco menos, pois um uso mais intenso pode resultar em um maior tempo de tela ativa e uma menor autonomia de bateria.

Outro fator importante para considerar o tempo de tela e a autonomia de uso maior ou menor é o brilho de tela: quanto mais intenso for o brilho, mais energia o telefone vai precisar para fazer a tela funcionar.

Detalhes como o fundo de tela em preto ou o uso constante do Modo Escuro também podem ser relevantes no tempo de tela ativa e no consumo energético, além dos ajustes eventualmente disponíveis nos diferentes sistemas operacionais. Usar ou não o Always-On Display e a frequência de notificações recebidas também entram nessa conta.

O último fator relevante para que você reconsidere o tempo de tela ativa no seu smartphone passa pela longevidade do dispositivo. Telefones mais antigos perdem desempenho com o passar do tempo, e isso naturalmente faz com que a tela fique mais tempo ligada para realizar suas atividades.

 

Monitorando o tempo de tela no Android

Faça o seguinte:

  1. Entre em Ajustes > Bateria > Uso de bateria.
  2. Entre no item Uso do sistema.
  3. Toque em Tela, e você verá todas as informações sobre o tempo de uso a partir da última carga realizada no dispositivo.

Nesse ponto, você pode ver inclusive quais são todos os aplicativos que estão consumindo mais tempo de uso na tela, o que resulta também em um consumo de bateria no dispositivo. Com isso, você pode administrar como utilizar melhor o telefone, inclusive removendo os apps que estão gastando mais energia.

 

Monitorando o tempo de tela no iPhone

Faça o seguinte:

  1. Entre nos Ajustes do iOS, e acesse o item Bateria.
  2. Dentro das opções que vai aparecer, existem dois itens: Nível de Bateria e Atividade.
  3. Abaixo dessas informações, é possível ver de forma simples e detalhada as horas que a tela fica ativa no dispositivo.

A boa notícia nos telefones da Apple é que os detalhes e o consumo que é realizado pela tela do dispositivo com os diferentes aplicativos instalados são exibidos de forma muito mais detalhada, o que ajuda o usuário a entender melhor como que o telefone está trabalhando neste aspecto.

 

Conclusão

Verificar o consumo de bateria no smartphone não é uma tarefa das mais complexas, e você pode fazer isso em nome de uma melhor relação com o dispositivo neste aspecto. Na verdade, você deve verificar de tempos em tempos a quantas andam esse consumo.

Você não pode simplesmente ficar com as consequências de um elevado consumo energético sem entender por que o seu smartphone está se comportando desse jeito. É sempre melhor trabalhar com as informações que o seu telefone oferece, e tomar providências para corrigir o problema do elevado consumo energético.

Neste caso, está nas suas mãos tentar contornar o problema. Você pode não resolver a situação como um todo, já que outras variáveis podem influenciar nesse consumo elevado de bateria do telefone. Por outro lado, pode ser o ponto de partida para uma solução mais duradoura e de longo prazo.


Compartilhe