Cinco fatores para recomendar um smartphone

Compartilhe

Não é de hoje que os usuários perguntam para os produtores de conteúdo de tecnologia quais são as principais características que devem ser observadas ou enfatizadas na hora de escolher um smartphone.

É claro que você pode (ou deve) escolher o que é melhor para você e suas necessidades, mas existem alguns pontos considerados essenciais para fazer a melhor escolha, dentro da sua realidade.

Então, vale a pena compartilhar com você e com o coletivo quais são os cinco pontos mais importantes na hora de você escolher o melhor smartphone para chamar de seu. Não tem como errar se você seguir essas dicas.

 

Potência do hardware

Ao recomendar um telefone, destaco a importância de escolher um dispositivo com potência além das necessidades imediatas do usuário.

Alguns smartphones com dois anos de mercado contam com processadores que eram top de linha no seu tempo, e ainda hoje superam em performance muitos modelos de linha média lançados nos últimos meses.

É sempre importante lembrar que adquirir um telefone com hardware limitado resulta em desempenho lento a curto prazo. Afinal de contas, a internet e os aplicativos não param de evoluir, e o seu smartphone fica parado no tempo.

 

Suporte para a Gcam

Muitos usuários devem dar uma certa prioridade para o suporte para o aplicativo Gcam na hora de escolher um smartphone para chamar de seu.

Até mesmo os dispositivos considerados econômicos podem melhorar significativamente suas câmeras com este aplicativo, que consegue fazer milagres nas fotos registradas em diferentes condições de luminosidade.

A instalação desse aplicativo é simples, e essa é uma decisão que pode transformar completamente a qualidade das imagens registradas pelo seu smartphone, mesmo que ele seja de linha média.

 

Histórico de erros na ROM

Para os usuários mais exigentes ou mais curiosos, é importante avaliar o histórico de erros na ROM de um smartphone antes de realizar a recomendação ou a compra.

Sem citar nomes específicos, alguns dispositivos, apesar de inicialmente promissores em termos de custo-benefício, apresentam problemas persistentes ao longo do tempo.

Vale a pena ler os reviews e os feedbacks de outros usuários e analisar se aquele software que o smartphone recebe está apresentando problemas ou erros de funcionamento. Se for este o caso, fique longe do dispositivo se puder.

 

Foco na velocidade das memórias

A velocidade das memórias (tanto a RAM como a de armazenamento) é algo fundamental para determinar o melhor desempenho do smartphone.

Em muitos casos, esse aspecto é mais determinante do que o próprio processador ou uma versão atualizada do sistema operacional. Por isso, dar uma maior atenção para as especificações de hardware é obrigatório para quem quer um ótimo desempenho.

Além da capacidade de armazenamento, é essencial considerar se a memória é eMMC, UFS, etc., pois isso vai impactar diretamente na execução de aplicativos, instalação de jogos e agilidade geral do dispositivo.

 

O sensor de câmera é o que realmente importa

A ideia de que a qualidade do sensor de câmera é mais relevante do que a contagem de megapixels precisa ser assimilada por você antes mesmo de começar a procurar por um novo smartphone.

A resolução não é o único indicador para o registro de fotos de boa qualidade. O tamanho do sensor, a qualidade das lentes, a abertura para entrada de luz e outros fatores são tão ou mais relevantes que a quantidade de megapixels.

Sempre que possível, dê preferência por sensores Sony IMX de última geração para garantir boas experiências fotográficas. Ou pesquise por aqueles sensores que entregam os melhores resultados dentro do orçamento que você possui.


Compartilhe