TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Assim fica o iPhone 14 depois de uma queda | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Smartphones | Assim fica o iPhone 14 depois de uma queda

Assim fica o iPhone 14 depois de uma queda

Compartilhe

O iPhone 14 é um bom smartphone, apesar dos pesares. Mas isso não o torna um telefone indestrutível. Muito pelo contrário: ele é muito mais frágil do que você imagina ou gostaria que fosse.

Alguns sites e empresas especializadas na destruição de smartphones fazem o trabalho sujo por mim e por você, e decidem realizar os testes de resistência nos telefones mais caros do mundo, sem dó ou piedade. Da forma como deve ser.

Neste caso, foi o pessoal da Allstate Protection que decidiu avaliar a resistência de dois modelos da nova geração do iPhone 14, nos modelos iPhone 14 Plus e iPhone 14 Pro Max. E os resultados não são surpreendentes.

 

Como o iPhone 14 se saiu nos testes de queda

Antes de continuar, é importante explicar o contexto do teste realizado. Afinal de contas, não existe almoço grátis, e tudo tem uma razão de ser.

A Allstate Protection não fez os testes de resistência do iPhone 14 porque é uma empresa legal e quer que você fique por dentro do que pode acontecer antes mesmo de você realizar o investimento nele. Essa empresa oferece planos de seguro e proteção de telefones com cobertura em casos de acidentes, problemas elétricos, falhas de bateria e outras avarias e defeitos.

Ou seja, a empresa fez isso também como forma de promover os seus serviços para atuais clientes e futuros compradores do iPhone 14, mostrando assim a importância em manter um dispositivo frágil como esse protegido de acidentes, quedas e pancadas.

Também é importante lembrar que todos os telefones da série iPhone 14 contam com proteção de cerâmica nas partes frontal e traseira, mas o iPhone 14 e iPhone 14 Plus contam com um lado plano em alumínio, que é de aço inoxidável nos modelos 14 Pro e 14 Pro Max.

Dito isso, o iPhone 14 Plus caiu de uma altura de dois metros, e o seu cristal da tela frontal não apenas se quebrou como também se soltou do corpo do dispositivo. Só isso foi o suficiente para dificultar o uso do dispositivo em condições normais, já que o cristal quebrado poderia provocar cortes nos dedos dos usuários.

Ao cair com a parte traseira voltada para o chão, o cristal desse lado também se soltou, apresentando danos na carcaça na área correspondente ao conjunto de sensores de câmera.

Já o iPhone 14 Plus é bem mais resistente aos golpes laterais, sofrendo pequenas marcas nos cantos, deixando as placas de vidro frontal e traseira intactas. Ou seja, o dispositivo maior tende a ser mais resistente que o menor, o que pode ser mera casualidade, considerando que os dois telefones contam com os mesmos materiais e processos de fabricação, e a única grande alteração está no tamanho do dispositivo.

 

E a resistência do iPhone 14 Pro Max?

O iPhone 14 Pro Max caiu de boca para baixo de uma altura de 2 metros, e sofreu danos nas laterais e em um dos cantos. Ao cair de costas, o vidro traseiro ficou completamente destruído, mas o conjunto de câmeras permaneceu intacto. O modelo também não sobreviveu ao despencar das escadas, já que terminou com a tela traseira trincada, cantos arranhados, botões marcados e com alguns danos na carcaça da câmera traseira.

A boa notícia aqui é que, apesar da tentativa de assassinato do dispositivo, o iPhone 14 Pro Max seguiu funcionando normalmente. Os danos foram apenas estéticos ou cosméticos.

 

Conclusão

Tanto o iPhone 14 Plus como o iPhone 14 Pro Max sofreram danos sérios logo na primeira queda, o que pode ser algo assustador para os usuários que estão morrendo de medo em sofrer danos mais sérios com um dispositivo que pode chegar a custar no Brasil mais do que R$ 15 mil.

Apenas a título de comparação: testes semelhantes foram realizados com o iPhone 12 e iPhone 13, e os dois modelos se demonstraram mais resistentes ao mesmo tipo de acidente. Ou seja, podemos entender que a Apple não fez um trabalho decente neste caso? Ou será que é um exagero da nossa parte?

Afinal de contas, a Apple inflacionou de forma considerável os preços dos novos modelos do iPhone 14, mas a resistência do dispositivo consegue ser pior que aquela detectada nos modelos anteriores.

Sinceramente? A Apple pede para que os especialistas em tecnologia critiquem cada vez mais o iPhone 14. E isso, porque eu comecei falando que este é um bom smartphone. E ainda tive o cuidado de complementar essa opinião com um “apesar dos pesares”. Cada vez me convenço mais e mais que não vou investir o meu dinheiro neste dispositivo.

Mais uma bola fora da Apple com o iPhone 14. E para aqueles que vão adquirir o dispositivo, vale a pena investir também em um bom case de proteção de forma imediata. Antes mesmo do telefone chegar até a sua casa, a proteção deve estar garantida.

Você não vai querer ver um dispositivo caro como esse estilhaçado em sua mão, certo?


Compartilhe