TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia O único motivo para comprar o iPhone 14 no lugar do iPhone 13 é… | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Smartphones | O único motivo para comprar o iPhone 14 no lugar do iPhone 13 é…

O único motivo para comprar o iPhone 14 no lugar do iPhone 13 é…

Compartilhe

Eu passei os últimos dias (ou as últimas semanas) escrevendo sobre o iPhone 14 e, em muitas oportunidades, apresentando vários argumentos contrários ao novo smartphone da Apple. Ainda considero o modelo base algo irrelevante no mercado, e não tenho problemas em não recomendar a sua compra para a maioria dos usuários.

Mas… toda regra tem sua exceção.

Por incrível que pareça, neste post, vou escrever pelo menos um motivo que pode justificar a compra do iPhone 14 no lugar do iPhone 13, que é o modelo que mais se valorizou com a chegada da nova geração de smartphones da Apple.

Quem sabe aqueles mais empolgados com o iPhone 14 acabam se convencendo de vez que tudo o que fiz nas últimas semanas foi “colocar um medo desnecessário na cabeça das pessoas”.

 

E o motivo é o mais óbvio do mundo: o iPhone 14 vai durar mais

A desculpa pode parecer uma piada para os mais céticos e/ou revoltados com a Apple, mas ela é perfeitamente válida e lógica. E é só pensar um pouco para chegar a essa conclusão.

Bem sabemos que o iPhone 14 é praticamente idêntico ao iPhone 13. A mesma tela (inclusive com a mesma taxa de atualização de 60 Hz, o que considero um absurdo por parte da Apple), os mesmos sensores de câmera, o mesmo design, a mesma proposta geral, o mesmo iOS (neste momento, na versão 16) e o mesmo processador.

Espera um pouco… o mesmo processador?

Não é bem assim.

O chip A15 Bionic presente no iPhone 14 é sim o mesmo que aquele presente no iPhone 13… em teoria. Na prática, o modelo mais novo conta com uma espécie de “overclock” para um melhor desempenho nas tarefas que dependem de potência gráfica.

Dessa forma, essa pequena diferença técnica fará com que o iPhone 14 dure mais tempo no mercado que o iPhone 13. Além da natural contagem de geração com um intervalo de um ano, o modelo mais novo certamente vai receber pelo menos uma atualização a mais do iOS em relação ao modelo lançado no ano passado.

E para aqueles usuários que pretendem ficar com o telefone da Apple por muitos e muitos anos, por incrível que pareça, o iPhone 14 é um investimento mais vantajoso. Considerando a relação custo-benefício a longo prazo, o modelo deste ano entrega uma proporção de custo-tempo de uso maior que o iPhone 13.

E é isso. Entreguei o que prometi. Agora, os clientes que estavam na dúvida contam com pelo menos um bom motivo para investir o dinheiro no iPhone 14 no lugar do iPhone 13, e podem seguir sem maiores traumas no caminho contrário do bom senso.

 

Outras diferenças menores

O simples fato do iPhone 14 ser um modelo mais novo já significa que ele vai contar com algumas pequenas vantagens e diferenças em relação ao iPhone 13. Porém, o que sempre defendi é que essas pequenas singularidades não justificam (de forma alguma) o investimento mais alto no modelo mais novo.

De qualquer forma, se você acabou de se empolgar com o grande motivo que justifica a compra no iPhone 14, saiba que este modelo também conta com uma bateria que, em teoria, pode durar mais que a autonomia registrada pelo iPhone 13.

Além disso, o novo modelo oferece uma nova versão de cor para o seu acabamento, que a câmera traseira principal tem a mesma resolução do sensor presente na geração anterior, mas integrando um sensor maior (o que permite uma maior entrada de luz na lente), e que a câmera de selfies também pode receber uma maior luminosidade, registrando fotos mais nítidas e claras.

Todos esses diferenciais são menos relevantes que a longevidade que o iPhone 14 pode oferecer no futuro. Mas se você entende que o novo modelo reúne os requisitos que vão atender as suas necessidades mais pontuais no uso diário, simplesmente ignore todos os meus alertas e faça o investimento neste dispositivo sem pensar duas vezes.

No final, o dinheiro é seu, e você faz o que quiser com ele.


Compartilhe