Apple Watch Series 7 vs Apple Watch Series 6: o que mudou? | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia
Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Relógios Inteligentes (Smartwatches) | Apple Watch Series 7 vs Apple Watch Series 6: o que mudou?

Apple Watch Series 7 vs Apple Watch Series 6: o que mudou?

Compartilhe

A Apple apresentou de forma oficial a nova geração do seu relógio inteligente, o Apple Watch Series 7. O novo modelo conta com uma tela maior e mais brilhante, um modo de recarga rápida e certificação IP6X, que entrega uma resistência à água e poeira. Mas não é só isso.

Muitos usuários podem se perguntar se vale a pena investir no Apple Watch Series 7 ou se o dispositivo da geração anterior ainda pode ser bem útil para muita gente.

Neste post, vamos mostrar as principais diferenças entre o Apple Watch Series 7 e o Apple Watch Series 6.

 

 

 

Mais tela, maior resistência e recarga mais rápida

 

 

A tela Retina do Apple Watch Series 7 é 20% maior e 70% mais brilhante do que a do Apple Watch Series 6, e os dois aspectos resultam em impactos relevantes para a experiência de uso, uma vez que você tem uma tela com maior área de interação (com a ajuda das bordas 40% mais finas) e entregando uma melhor visibilidade em ambientes externos.

Além disso, essa tela é mais curva, entregando uma estética com identidade própria para essa versão, e esse pode ser um motivo relevante para algumas pessoas apostarem no novo modelo.

A interface de usuário do Apple Watch Series 7 foi otimizada, se adaptando à tela maior. Dessa forma, o novo relógio entrega 50% a mais de texto em relação ao modelo anterior. Por conta disso (também), o relógio entrega novas esferas, tamanhos de letras maiores e um novo teclado QWERTY que permite escrever no relógio, tanto pela própria tela ou com o QuickPath.

Ou seja, o Apple Watch Series 7 é mais versátil nas suas interações, entregando um leque maior de possibilidades de uso. Leve esse ponto em consideração na hora de investir o seu dinheiro neste modelo ou no Apple Watch Series 6.

 

 

O novo modelo herda o sensor elétrico de frequência cardíaca e o sensor de oxigênio no sangue. Por outro lado, a bateria do Apple Watch Series 7 recebe uma mudança importante: apesar de manter as 18 horas de autonomia de bateria (algo que entendo ser insuficiente para o meu perfil de uso, pois me incomoda pensar que tenho que recarregar a bateria do relógio todos os dias), por outro lado, o novo conector USB-C entrega uma recarga dessa bateria 33% mais rápida (de 0% a 80% em apenas 45 minutos).

Outro ponto de mudança está no vidro da parte frontal do novo relógio, que possui uma geometria mais robusta ao ser 50% mais grosso que o vidro presente na tela do Apple Watch Series 6. Dessa forma, o novo smartwatch é mais resistente aos golpes e pancadas.

Essa resistência está reforçada com a presença da certificação IP6X, deixando o relógio mais resistente à poeira, combinando este aspecto com a manutenção da resistência à água WR50.

Por fim, o novo Apple Watch Series 7 possui cinco versões de acabamento em alumínio, e um tamanho de caixa que muda para as novas dimensões de 41 e 45 mm no lugar das opções de 40 e 44 mm da geração anterior. E, apesar da mudanças das dimensões da caixa, as pulseiras das gerações anteriores são compatíveis com o modelo atual.

 

 

 

Qual dos dois escolher?

Tudo depende de você e de suas expectativas com o produto.

Se as novidades do Apple Watch Series 7 compensam o investimento a mais que você vai fazer no produto, ele é a sua escolha de forma inescapável.

Porém, se você entende que o Apple Watch Series 6 ainda dá um bom jogo principalmente por causa do preço menor e entende que as mudanças presente no novo modelo não são tão relevantes assim, pode escolher o relógio da geração anterior, e tudo vai ficar bem.

Vale o registro que, no momento em que este artigo foi produzido, os valores para o Apple Watch Series 7 para o Brasil não estavam revelados. Logo, dimensionar a sua relação custo-benefício neste momento é algo praticamente impossível.


Compartilhe