Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Smartphones | Xiaomi Redmi Note 9 4G: vale a pena?

Xiaomi Redmi Note 9 4G: vale a pena?

Compartilhe

A Xiaomi quis confundir a cabeça de todo mundo apresentando três novos modelos da série de smartphones Xiaomi Redmi Note 9. Para descomplicar, decidi escrever o que penso sobre cada um deles em posts separados e, dessa forma, dar a minha opinião sobre a validade de cada um deles no mercado.

Começamos pelo Xiaomi Redmi Note 9 4G. Sim, amigo leitor… é importante diferenciar cada modelo pela sua conectividade, pois as diferenças vão além do tipo de rede compatível. Aliás, esse fator é importante para determinar as suas diferenças de hardware e, também, a sua relação custo-benefício.

 

 

 

Xiaomi Redmi Note 9 4G, com processador Snapdragon

 

 

Para os usuários que gostam dos processadores da Qualcomm e entendem que querem pagar um valor menor para ter um telefone minimamente equilibrado, o Xiaomi Redmi Note 9 parece ser a pedida perfeita.

O principal diferencial deste modelo para a sua versão 5G é a presença do processador Snapdragon 662, que tem os dois pés calcados no mercado de linha média (e não de linha média premium). É um chip competente para as tarefas mais básicas, mas não é o mais potente de sua geração.

De forma curiosa, o Xiaomi Redmi Note 9 4G conta com uma bateria MAIOR que a do modelo com 5G (que, teoricamente, exige mais por causa de sua conectividade de rede mais avançada). Os 6.000 mAh com recarga rápida de 18W são a garantia que a autonomia do dispositivo aguenta um dia de atividades sem maiores problemas.

Algumas pequenas diferenças pontuais com o modelo 5G são detectadas, mas que não devem fazer muita diferença para aqueles que optarem por essa versão. Por exemplo, a tela tem uma pequena queda nos nits, o que deve afetar na emissão de brilho máximo (400 nits), além de contar com a proteção Gorilla Glass 3 no lugar da versão 5.

Além disso, a câmera frontal conta com um sensor de 8 MP, enquanto que o modelo 5G recebe um sensor de 13 MP. E o modelo 4G é apenas uma grama mais leve que o modelo 5G.

Fora isso, os dois dispositivos são rigorosamente iguais em tudo. Design, câmeras traseiras, sistema operacional, conectividade e outros aspectos técnicos se repetem nos dois modelos, de modo que fica até difícil desenvolver um pouco mais a fala sobre as suas diferenças (e vai ser mais difícil escrever o artigo sobre o Xiaomi Redmi Note 9 5G).

 

 

 

Xiaomi Redmi Note 9 4G: vale a pena?

 

 

Considerando o seu preço lá fora de 127 euros (não tem previsão de lançamento para o Brasil), o Xiaomi Redmi Note 9 vale a pena se você é um usuário que entende que o 5G DE VERDADE ainda vai demorar um pouco para decolar por aqui (o que temos até agora são “gambiarras técnicas” em forma de 5G oferecidas pelas operadoras), e pode se contentar com o 4G por enquanto.

Também é uma alternativa para os usuários que querem economizar algum dinheiro em um dispositivo de linha média, e que dão prioridade para a autonomia de bateria maior. Pode ser o modelo ideal para os usuários que querem fazer o básico no smartphone, mas que desejam um desempenho decente.

E o Xiaomi Redmi Note 9 4G é mais um motivo para pregar a morte de todo o projeto Android One por parte do Google…

 

 

Via Xiaomi


Compartilhe