A Xiaomi também anunciou o Xiaomi Mi 8 SE, versão mais modesta do Mi 8, mais compacto e de preço reduzido.

Seus cantos são mais arredondados, sua borda inferior é menor, e seu chassi é de alumínio, com frontal e traseira revestidas em cristal. Sua tela AMOLED conta com 5.9 polegadas (18,7:9, Full HD+, 2280 x 1080 pixels), com o notch.

 

 

A tela cobre 100% da gama de cores DCI-P3, com brilho máximo de 600 nits, valor bem elevado para uma tela OLED. No seu interior, temos o novo processador da Qualcomm, o Snapdragon 710. Este é o primeiro smartphone a incorporar esse chip com 8 núcleos Kyro em quatro núcleos de alto desempenho a 2.2 GHz e quatro núcleos de baixo consumo a 1.7 GHz. O chipo oferece capacidades de IA similares às do Snapdragon 845.

Esse processador oferece um desempenho 20% melhor que o Snapdragon 660 em tarefas de navegação na web, consumindo 40% de bateria em jogos ou reprodução de vídeos em 4K.

 

 

O Xiaomi Mi 8 SE conta também com 4 GB ou 6 GB de RAM e 64 GB de armazenamento, além de uma bateria de 3.120 mAh, que trabalha com o modo de recarga rápida QuickCharge 3.0. O leitor de digitais está na parte traseira do dispositivo.

O Xiaomi Mi 8 SE possui uma câmera dupla traseira de 12 MP + 5 MP com foco por detecção de fase, e uma câmera frontal de 20 MP, que pode entregar fotos em modo retrato com a ajuda da inteligência artificial.

O modelo recebe o Android 8.1 Oreo com a nova interface MIUI 10.

O Xiaomi Mi 8 SE tem preços sugeridos de 240 euros (4 GB/64 GB) e 267 euros (6 GB/64 GB).