O Xiaomi Pocophone F1 (ou Poco F1) é um dos smartphones mais badalados da atualidade. É um “top de linha disfarçado”, pois apesar de não parecer, ele é um dos modelos mais potentes que você pode encontrar.

Mesmo com uma construção de plástico e policarbonato, o Xioami Pocophone F1 entrega um interior de um autêntico top de linha, com um chip Snapdragon 845, 6 GB de RAM, 64 GB de armazenamento e refrigeração líquida por pouco mais de 300 euros.

É a melhor relação custo-benefício que você pode encontrar no mercado de smartphones nesse momento. Simples assim. Adote o “quem não vê cara vê coração”, e encontre um dispositivo fantástico.

Pois bem, também é importante conhecer como o dispositivo é construído por dentro, vendo a sua organização interna. A Xiaomi facilitou o processo e lançou um pequeno vídeo que mostra tudo o que existe dentro do smartphone.

Todos os itens principais são devidamente localizados, e para muitos geeks ou nerds o processo de desmontagem de um smartphone com ótima relação custo-benefício é algo simplesmente fascinante.

 

 

O Xiaomi Pocophone F1 desperta paixões em muitos por conta da excelente relação custo-benefício, e conhecer o smartphone que você quer comprar por dentro é sempre algo bem interessante.

Porém, é importante lembrar que a desmontagem realizada pela própria Xiaomi não revela detalhes considerados importantes para os usuários, como por exemplo a sua capacidade de reparação e qualidade de materiais.

Normalmente esperamos pelos testes do iFixit, que é especializado na desmontagem de dispositivos de tecnologia, que revela nas suas pontuações o quão difícil é de se consertar um smartphone ou gadget.

Também vale a pena esperar pelos já tradicionais testes de tortura do JerryRigEverything, que mostra a resistência de um determinado dispositivo eletrônico (testes não recomendados para almas mais sensíveis).

Mas entendo que o processo de desmontagem da Xiaomi é interessante o suficiente para ser publicado no blog. Mesmo que seja uma simples curiosidade para os leitores.