Wetten.com Brasil Apostas
Home » Dicas, Truques e Macetes » WhatsApp, e três dicas para encarar o confinamento do COVID-19

WhatsApp, e três dicas para encarar o confinamento do COVID-19

Compartilhe

O confinamento é um dos métodos que a maioria dos países estão adotando para conter a pandemia do COVID-19, e um mal necessário, por mais difícil que isso possa parecer. O objetivo principal desse procedimento é evitar uma rápida propagação do vírus, para dessa forma não promover o caos e o colapso dos sistemas de saúde.

Apesar de algumas pessoas e até mesmo algumas autoridades (que deveriam dar o exemplo) entenderem que as recomendações e determinações são “um pouco exageradas”, chegando a afirmar que o coronavírus “não é tudo isso”, a verdade é uma só: estamos enfrentando um inimigo invisível que ainda não conhecemos ou compreendemos, e nesse momento difícil, todos devemos ter (no mínimo) respeito ao outro, que merece ser protegido.

Bem sabemos que a quarentena forçada pode ser algo complicado para muitas pessoas: não poder sair para encontrar amigos e familiares, ou dar um passeio para realizar atividades físicas. Mas é importante ter em mente que todos nós vamos precisar abrir mão de alguma coisa para superar essa crise.

O WhatsApp (uma empresa do Facebook) compreende muito bem a gravidade da situação do momento, e deixou três importantes dicas para que as pessoas superem o confinamento forçado pelo coronavírus. E eu compartilho essas dicas com você.

 

 

 

Cuidado com as fake news

 

As fake news tendem a aumentar durante uma crise, e não faltam exemplos de notícias falsas que estão rolando pelas redes sociais, principalmente no WhatsApp, cuja comunicação é muito fácil e prática. E as fake news sobre o coronavírus são das mais variadas, indo do álcool gel caseiro até “o vírus é um plano da China para dominar o mundo”.

Só um idiota completo acredita nisso!

O WhatsApp deixa claro que devemos evitar compartilhar esse tipo de notícias com nossos amigos e familiares, pois propagar notícias falsas é um erro absurdo. Se você receber uma mensagem com teor alarmante, não encaminhe para outras pessoas, já que seu conteúdo em questão pode ser falso. Se essa notícia é realmente importante, ela vai aparecer em diferentes mídias oficiais.

 

 

 

Procure se informar através de fontes oficiais

 

Outro ponto fundamental para obter informações fidedignas sobre o COVID-19 é através de fontes oficiais. Isso mesmo, leitor da terceira idade: aquela mesma fonte oficial que você negou em 2018, pois você, tia do ZapZap, não tem mais crédito nenhum em tempos de crise.

O Ministério da Saúde está fornecendo dados atualizados constantemente, e disponibilizou o aplicativo Coronavírus – SUS (disponível para Android e iOS, com o compilado das informações, dicas para prevenção e locais de postos de saúde onde você pode recorrer, caso seja necessário. Sem falar no site da Organização Mundial da Saúde (OMS), a fonte mais precisa de todas.

 

 

 

Aproveite as funcionalidades do WhatsApp

 

Por último, mas não menos importante, você pode utilizar os recursos do WhatsApp para superar o período de confinamento com maior eficiência. O aplicativo de mensagens também permite o uso de videochamadas em grupo de forma simples, além das videochamadas individuais e todos os modos de comunicação funcionam tanto nas redes WiFi como na rede de dados 4G.

O WhatsApp também permite a criação de grupos para compartilhamento de imagens ou listas de difusão para enviar mensagens de apoio ou informações pertinentes sobre a sua situação para um grande número de contatos, sem a necessidade de criar um novo grupo de comunicação.


Compartilhe