Compartilhe

Viu o que a tia do Zap Zap fez?

Chegou ao Brasil a norma estabelecida pelo WhatsApp de restrição de encaminhamento de mensagens para até cinco conversas por vez. Antes eram 20 e, antes disso, era sem limites. Assim, nos igualamos à Índia, que estava com a restrição ativa desde julho de 2018, e estava em testes no mundo todo desde dezembro, inclusive no Brasil.

A limitação ainda não chegou para todo mundo, mas você pode conferir por si: se você só pode encaminhar a mensagem para cinco pessoas no WhatsApp, a mensagem indicando tal limite vai aparecer na tela quando você tocar no nome do sexto contato na lista de encaminhamento.

O motivo para o WhatsApp optar pela restrição do encaminhamento de mensagens recebidas é um só: as fake news. Na Índia, 46 pessoas morreram depois de serem linchadas e acusadas falsamente de sequestrar crianças.

No Brasil, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sugeriu o tal limite de cinco conversas para receber mensagens compartilhadas no Brasil para tentar conter as notícias falsas durante as eleições 2018. Outra iniciativa era eliminar o botão de encaminhamento ao lado de mensagens de áudio e vídeo, mas o WhatsApp não poderia adotar tais mudanças dentro do período eleitoral por questões técnicas.

 

 

Vale lembrar que ainda é possível disparar uma mensagem para até 250 contatos ao mesmo tempo, com o recurso de Listas de Transmissão. A praticidade de não precisar selecionar os contatos para enviar a mensagem só faz efeito se a pessoa que receber aquela mensagem está na sua lista de contatos.

E tudo isso só aconteceu porque a tia do Zap Zap virou a principal fonte de informação do brasileiro médio. As pessoas não se dão ao trabalho de verificar fontes ou de usar o bom senso (e, em alguns casos, a honestidade) antes de compartilhar notícias falsas na internet.

Isso, quando não compartilharam notícias falsas sabendo que eram falsas, o que mostra o nível de caráter e honestidade desse cidadão.


Compartilhe