Você já fez terapia online?

Compartilhe

Eu sei que o mês de janeiro de 2021 chegou ao fim, mas uma coisa é inegável: ainda estamos sofrendo os efeitos de 2020. E não estou falando apenas na hora de preencher o cheque com os números do novo ano (quem ainda usa cheque?), ou na hora de produzir um artigo para um blog de tecnologia.

O ano de 2020 exigiu muito de nós. Mais do que poderíamos imaginar. E quem afirma que estava preparado para a loucura que foi o ano passado está simplesmente mentindo. Porque nem mesmo no mais perverso pesadelo de qualquer ser humano era possível prever o cenário que ainda estamos vivendo.

Cada um teve que lidar com a situação de alguma forma. Não podemos dizer que todos encararam o ano de 2020 da melhor maneira, já que tivemos perdas irrecuperáveis. A boa notícia é que a tecnologia esteve ao nosso lado o tempo todo para cuidar de nossa saúde emocional, através de ferramentas relevantes como a terapia online.

 

 

 

Uma nova forma de cuidar das pessoas

 

 

É curioso.

Boa parte das pessoas foram obrigadas a rever a forma em como se relacionam com a tecnologia ao seu redor, nos mais diferentes níveis. Muitos aprenderam a usar o internet banking, enquanto que outros tantos adquiriram novos computadores e smartphones para trabalhar e estudar em casa.

De alguma forma, a releitura da nossa relação com a tecnologia aconteceu, o que resultou em efeitos colaterais mais incisivos em alguns do que em outros. Algumas pessoas nunca ficaram tanto tempo na frente do computador trabalhando, enquanto que outras tiveram que aprender plataformas completamente desconhecidas para garantir os resultados exigidos por empresas e órgãos governamentais.

Toda essa nova relação aprofundada que apareceu de forma quase obrigatória deixou muitas pessoas ansiosas e estressadas. Algo que, hoje, consideramos como uma reação “normal” do ser humano diante de um cenário de crise. Porém, quando tudo o que vivemos em 2020 começou, muitos de nós começaram a surtar, e foi difícil para essas pessoas encontrarem o eixo emocional de suas vidas.

A necessidade das pessoas em se reconectarem com o ponto de equilíbrio acelerou o surgimento de plataformas e profissionais especializados no cuidado emocional e intelectual. E nem estamos falando de algo tão inovador assim: a terapia online é algo que já existia faz tempo, mas que ganhou um novo patamar a partir do momento que a vida de todos se modificou de uma hora para outra.

 

 

 

O terapeuta está a um clique de distância

 

 

Psicólogos, terapeutas, psiquiatras e outros profissionais especializados no bem estar mental e emocional do ser humano foram obrigados a deixar os seus consultórios vazios (pois seus pacientes não mais poderiam se deslocar até lá), e começaram a se valer das chamadas de vídeo para realizar o atendimento virtual.

Esse tipo de atendimento já existia, mas era utilizada como “plano B”, para aquelas situações consideradas emergenciais ou excepcionais. Agora, uma nova proposta se abriu de vez onde, em alguns casos, vai além de ter o terapeuta de um lado da tela e o paciente no outro lado.

Plataformas inteiras especializadas na terapia online apareceram e cresceram ao longo de 2020, uma vez que este segmento de mercado que, de forma surpreendente, era pouco explorado, se tornou necessário para a sobrevivência dos profissionais e para a saúde emocional dos seus pacientes.

Deixando um pouco de lado os interesses econômicos envolvidos na equação, entendo que o surgimento dos consultórios online foi um elemento muito importante para algumas pessoas conseguirem superar a tudo o que aconteceu em 2020. Eu consigo tirar por mim como foi difícil para muitas pessoas ter que lidar com questões como distanciamento social, mudança de ritmo de vida, a convivência constante com o mesmo grupo de pessoas, mudanças de alimentação e, principalmente, com as perdas nos últimos meses.

Quero acreditar que tudo será um pouco melhor em 2021, mas estou convencido que este grande problema que vivemos não será resolvido nos próximos 12 meses. Não estou sendo pessimista. Sou realista. Os fatos mostram claramente que estamos a caminho de uma solução que ainda está distante.

Por isso, cuidar da nossa saúde emocional é algo fundamental. Vai além do nosso “normal” do dia a dia. E sempre acreditei que a tecnologia existe para melhorar a vida das pessoas nos mais diferentes aspectos. Por isso, fazer terapia online não é nenhum absurdo. O que é um absurdo é não cuidar do lado emocional apenas porque a ferramenta para esse cuidado está em uma tela de computador ou smartphone.

Que esse movimento de mudança sobre o formato nos cuidados da saúde mental das pessoas continue, apontando para um futuro onde o “novo normal” priorize a importância em estabelecer essas relações, e utilizando a tecnologia como aliada para ajudar aqueles que mais precisam.


Compartilhe