Vivo Y91C 2020 é um smartphone do passado que quer convencer pela longa bateria

Compartilhe

A Vivo é aquele tipo de fabricante chinês de smartphones que lança dispositivos para todos os gostos, todos os tipos de mercados e preços. Recentemente ela ficou em evidência por se unir a outras gigantes asiáticas como Huawei, Xiaomi e OPPO para parcerias como perder a independência do Google ou criar um novo padrão para transferências de arquivos de forma simplificada entre dispositivos de diferentes fabricantes.

Mas o que faz a Vivo ser a Vivo é mesmo o constante lançamento de smartphones.

Pois bem, a Vivo anunciou oficialmente o Vivo Y91C 2020, que tem especificações que lembram muito o Vivo Y90 apresentado em 2019, ou seja, mais um dispositivo básico para os usuários não muito exigentes.

 

 

Vivo Y91C 2020: principais características

 

O Vivo Y91C 2020 faz parte da linha de entrada de smartphones do fabricante chinês. Logo, suas especificações são tão modestas quanto podemos esperar de dispositivos dentro dessa categoria. O modelo conta com uma tela de 6.22 polegadas (HD+, 1520 x 720 pixels) e um notch em forma de gota que aloja a câmera frontal.

Seu processador é um MediaTek Helio P22, que deve dar conta para quem só quer usar o WhatsApp e acessar de forma minimamente aceitável seus e-mails e outras redes sociais. Este chip vem acompanhado por 2 GB de RAM, 32 GB de armazenamento interno (expansíveis via microSD) e o sistema operacional Funtouch OS 4.5, baseado no (atenção para esse detalhe muito importante para quem está interessado em importar esse produto) Android 8.1 (isso mesmo… em pleno 2020). O modelo não conta com leitor de digitais (algo mais que esperado), mas possui reconhecimento facial.

Nas câmeras, contamos com um único sensor traseiro de 13 MP (f/1.8) e na parte frontal, um sensor de 5 MP (f/2.2). Sua bateria de 4.030 mAh deve dar conta da autonomia geral desse produto, pois seu hardware não exige muito. Ao menos essa bateria pode ser recarregada com um sistema de recarga rápida, através de uma porta microUSB (de novo, em pleno 2020). O modelo se completa com o suporte para o Dual SIM, o conector para fones de ouvido e o rádio FM, itens bem comuns em dispositivos de entrada e/ou baixo custo.

 

 

Vale a pena?

 

Se pergunte se realmente vale a pena você procurar o seu importador de confiança ou aquele site que vende produtos de tecnologia com entrega para o Brasil por causa do Vivo Y91C 2020.

Não estou dizendo que ele não pode valer a pena: ele até que pode ser bem útil para os usuários que querem um telefone simples e com especificações básicas para realizar e receber chamadas, ver e-mails, se comunicar por apps de mensagens instantâneas e redes sociais básicas, ou até mesmo para quem deseja ter um segundo smartphone para situações específicas.

Porém, temos vários modelos com características similares no próprio mercado brasileiro, onde pagando um pouco mais você recebe a mesma coisa ou algo a mais do que essa proposta. Logo, não creio que a importação nesse caso venha a valer o seu esforço.

O Vivo Y91C 2020 foi apresentado em Bangladesh, e seu preço sugerido naquele país é de 107 euros (já convertidos). Não há previsão de lançamento para outros mercados.

 

 

Via Vivo


Compartilhe