Vídeos por streaming sem buffering ou queda de qualidade? A caminho… | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Vídeos por streaming sem buffering ou queda de qualidade? A caminho… | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Internet | Vídeos por streaming sem buffering ou queda de qualidade? A caminho…

Vídeos por streaming sem buffering ou queda de qualidade? A caminho…

Compartilhe

Você está assistindo a uma série ou um filme em casa, e o streaming acontece através de um dispositivo WiFi. De repente, aquele vídeo para. Na tela, o ícone animado que indica que o vídeo está carregando na memória (ou buffering) para poder continuar a reprodução.

Isso é bem irritante, certo? Então… tal problema pode estar prestes a chegar ao fim. Um grupo de investigadores do MIT criaram um sistema que permite otimizar o funcionamento das redes WiFi domésticas para evitar o buffering dos conteúdos de vídeo que acontecem quando as redes sem fio estão muito congestionadas.

 

 

Finalmente os vídeos não vão mais parar (tanto)

 

 

O Computer Science and Artificial Intelligence Laboratory (CSAIL) desenvolveram o sistema Minerva, que analisa os vídeos antes de iniciar a reprodução. Com essa análise, é estimado qual será o impacto de sua reprodução na menor qualidade possível. Os avanços realizados pelo MIT nesse sentido acontecem há dois anos.

Por causa do estudo prévio dos conteúdos e vídeo, é possível fazer um uso mais inteligente da conexão WiFi, especialmente quando esse conteúdo é compartilhado para vários usuários em um mesmo entorno. O Minerva é capaz de associar a largura de banda necessária para cada usuário para que, aconteça o que acontecer (especialmente se você estiver assistindo um vídeo por streaming), a experiência não será prejudicada.

O algoritmo ajusta a qualidade do vídeo de forma constante para ir se adaptando a estas necessidades variáveis da conexão do próprio vídeo. Nos testes em ambientes reais, o Minerva foi capaz de reduzir o tempo de buffering pela metade para vídeos em 720p e 1080p, além de melhorar a qualidade de reprodução em um de cada três casos.

Ainda que a ideia se aplique aos ambientes domésticos, os investigadores do MIT acreditam que o seu sistema é aplicável em entornos muito mais amplos, como os provedores de serviços de streaming mais populares (Netflix, Hulu, HBO), que podem se aproveitar da ideia para distribuir melhor os vídeos para as enormes bases de usuários de cada serviço.

Tal desenvolvimento não exige uma substituição do hardware. Basta substituir o tradicional protocolo TCP/IP utilizado tradicionalmente pelo protocolo Minerva. E o buffering será um problema do passado.

 

Via CSAIL, Engadget


Compartilhe