Compartilhe

Para quem vai montar um novo PC ou atualizar um desktop ou notebook existente, instalar um SSD NVMe é uma escolha obrigatória. Ou não, dependendo de algumas variáveis. O importante aqui é se livrar do HD tradicional, para melhorar o desempenho do seu equipamento.

Os benefícios são diversos e imediatos, e os preços por GB reduziram bastante nos últimos anos. Hoje, temos uma oferta de produtos muito ampla, e este é o tipo de investimento que entrega uma excelente relação custo/benefício.

Mas existem outras coisas que precisam ficar claras antes de você realizar a compra por esse item tão importante.

 

 

 

O que é um SSD NVMe?

 

NVMe ou Non-Volatile Memory Express é uma interface que foi criada do zero, permitindo que SSDs e outros componentes pudessem funcionar através da interface física PCI Express (no futuro a médio prazo dos PCs, esta será a porta única, aposentando as entradas SATA, permitindo uma conexão direta com o processador para um melhor desempenho.

Um SSD NVMe moderno pode ser inicializada automaticamente, ignorando outras unidades de armazenamento, mas pode funcionar perfeitamente com as demais unidades. Muitos usuários usam um SSD NVMe para aumentar o desempenho, trabalhando com um SSD SATA, que aumenta a capacidade de armazenamento.

 

 

 

M.2, conectado à porta NVMe, mas com algo diferente

 

Nos últimos anos, um novo formato de SSD apareceu no mercado, o M.2. E é preciso explicar que esse formato se refere ao tamanho e formato físico. São módulos com um tamanho menor, que também são utilizados para outros componentes. Esse padrão praticamente desapareceu do mercado.

O M.2 foi desenvolvido com o objetivo de minimizar o tamanho das unidades, com um formato retangular e ocupando uma ou duas faces para montar os chips de memória. O NVMe também utiliza outros formatos, mas o M.2 adicionou vantagens ao formato de armazenamento.

 

 

 

As três grandes vantagens do SSD NVMe

 

 

Agora que você tem uma ideia básica das vantagens do NVMe, chegou a hora de mostrar o que esse formato realmente pode fazer por você, desde que o seu equipamento conte com suporte para ele. Nos notebooks ou placas-mãe novas para desktops, é certo que o conector está lá. Nas plataformas Intel para a interface PCIe 3.0 e nas placas mais modernas AMD PCIe 4.0, também. As melhores placas oferecem múltiplos conectores para instalar várias unidades, aproveitando assim as vantagens adicionais do RAID.

 

 

 

1. Desempenho

 

O SSD NVMe é muito mais rápido que o SATA, com melhoras significativas no desempenho, tanto na leitura quanto na gravação de dados. Sem falar que o seu potencial vai subir ainda mais quando a nova versão PCIe 5.0 chegar ao mercado no futuro.

As melhorias são apreciáveis em qualquer tipo de tarefa, tempos de inicialização ou reinicialização, transferência de arquivos, atividades de compressão e descompressão de arquivos ou edição de fotos e vídeos. Além disso, a latência é menor, ou seja, o tempo na hora de localizar dados nos discos é mais curto.

 

 

 

2. Espaço físico e peso

 

Um SSD NVMe é muito menor e mais leve que um SSD SATA de 2.5 polegadas. Logo, ele é excelente para todos os tipos de notebooks, computadores conversíveis ou mini PCs, mas também para desktops, já que pode ser simplesmente conectado de forma direta na placa-mãe, dispensando o uso de cabos de energia ou dados e slots físicos.

O formato M.2 está disponível em vários formatos ou dimensões, o que facilita a compra de um produto adequado para o seu equipamento. O SSD NMVe mais comum é o M.2 2280 (22 x 80 mm).

 

 

 

3. Eficiência energética

 

O SSD NVMe consome uma quantidade ínfima de energia, o que o torna ideal para todo o tipo de equipamentos, especialmente os ultrabooks ou tablets. Um disco rígido tem um consumo muitas vezes maior.

O menor consumo de energia se traduz também em um menor calor gerado. Vale a pena comentar que algumas unidades SSD NVMe sofreram de temperaturas elevadas, dependendo de sua localização nos equipamentos, mas os modelos atuais (da linha média ou superior) incluem sistemas de dissipação de calor para estas unidades.

 

 

 

Conclusão

 

 

As vantagens do SSD NVMe são indiscutíveis no desempenho, tamanho ou consumo para o seu computador. São mais caras que os SSD SATA, mas se a proposta cabe no seu orçamento, vale a pena o investimento.

Também é possível combinar o uso de um SSD NVMe como unidade principal para o sistema operacional e aplicativos mais pesados e um SSD SATA ou HD para o armazenamento. Já é o suficiente para melhorar muito o desempenho do computador.

E se o seu orçamento permitir, combine várias unidades no mesmo equipamento, garantindo assim um desempenho máximo para as tarefas mais pesadas.


Compartilhe