Suas gravações do Siri são escutadas por empregados da Apple | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Suas gravações do Siri são escutadas por empregados da Apple | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | Suas gravações do Siri são escutadas por empregados da Apple

Suas gravações do Siri são escutadas por empregados da Apple

Compartilhe

A privacidade não existe, e os seus dispositivos conectados estão ouvindo o que você fala o tempo todo. E armazenando os dados, o que é mais sério. Não faz muito tempo que o Google se envolveu em um escândalo onde funcionários escutavam as gravações do Google Home. Agora, o mesmo acontece com a Apple, empresa que sempre pregou um discurso de ser preocupada com a privacidade do usuário.

A denúncia é: funcionários da Apple escutam informações sensíveis dos usuários coletadas pelo Siri, como parte do “controle de qualidade” da plataforma, com certa regularidade de informações confidenciais, como por exemplo dados confidenciais, íntimos (de índole sexual) e até delitos.

Tais empregados escutam menos de 1% das atividades diárias do Siri, ouvindo poucos segundos de cada gravação. Porém, nesses segundos estão informações de solicitações, contatos, localizações, informações de apps, entre outros.

Igualzinho ao que Google e Amazon fazem! E com o mesmo “argumento”: verificar se o Siri é eficiente como assistente e ao cumprir tarefas.

Em comunicado, a Apple deixa claro que possui diversas proteções de privacidade, e as gravações do Siri não estão vinculadas às IDs da Apple, sendo estudadas em “instalações seguras” e por pessoas sujeitas a “restritos requisitos de confidencialidade”, sem saber quem foi a pessoa que realizou a gravação ou realizar conexões entre as gravações e seus autores.

 

 

Mesmo assim… é preocupante

 

 

Mesmo que a Apple tenha razão, o problema está nas pessoas que escutam. A empresa afirma que a rotação dos funcionários é alta, e as novas contratações não contam com uma investigação exaustiva. Logo, poderia se abusar da coleta desses dados se as pessoas específicas forem escolhidas.

Também não há um controle específico de quanta informação é dada para as empresas através dos assistentes virtuais. As palavras de ativação dos assistentes não são infalíveis, e podem dar mais informações do que queremos.

Agora, some isso ao fato que Apple, Google e Amazon não informam claramente sobre esses times de humanos do “controle de qualidade”, e pode começar a desligar os assistentes virtuais, já que não temos controle sobre a informação compartilhada.

Porém, é preciso ter um pouco de bom senso. Tudo isso significa apenas que a Apple deve manejar a forma que gerencia as gravações do Siri, e nada mais. Precaução, sim. Paranoia, não!

 

Via The Guardian, Engadget


Compartilhe