Samsung Galaxy Z Fold 2 vs. Galaxy Fold: o que mudou? | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Samsung Galaxy Z Fold 2 vs. Galaxy Fold: o que mudou? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Smartphones | Samsung Galaxy Z Fold 2 vs. Galaxy Fold: o que mudou?

Samsung Galaxy Z Fold 2 vs. Galaxy Fold: o que mudou?

Compartilhe

Muita coisa mudou.

Agora que o Samsung Galaxy Z Fold2 se tornou uma realidade, chegou a hora de conferir quais foram as mudanças que o novo modelo apresenta em relação ao seu antecessor, o Samsung Galaxy Fold, a primeira experiência dos coreanos com dispositivos com tela dobrável que chegou ao mundo cheio de problemas.

Apesar de ser uma evolução do Fold, o Z no meio do nome indica que ele recebe algumas das novidades que estrearam no modelo Z Flip. E isso ajuda a marcar as mudanças importantes entre o Samsung Galaxy Z Fold2 e o primeiro Galaxy Fold, e vamos conhecer essas diferenças nesse post.

 

 

 

Design

 

 

São modelos muitos similares na estética e da filosofia, mas aqui já começamos a perceber as sutis diferenças.

O Samsung Galaxy Z Fold2 conta com bordas mais finas, o que resultou em telas interna e externa maiores e com maior campo de interação, Além das novas opções de cores, o novo modelo também recebe um acabamento mais premium, além de um novo mecanismo de dobra de tela que é bem mais eficiente que aquele presente no Galaxy Fold.

 

 

 

Telas

 

 

Além de receber uma tela maior (7.6 polegadas), o Samsung Galaxy Z Fold2 se livrou do enorme notch do primeiro modelo, que foi substituído pelo furo na tela, com um resultado mais minimalista e linpo. O brilho também melhorou, podendo ser ajustado em 450, 700 e 900 nits.

 

 

A tela externa aumentou de 4.6 polegadas para 6.2 polegadas. E isso, de novo, apenas reduzindo a espessura das bordas de tela em alguns milímetros. Por fim, a taxa de atualização de tela do novo modelo agora varia entre 11 e 120 Hz, oferecendo uma maior possibilidade de autonomia de bateria com diferentes tipos de uso do dispositivo.

 

 

 

Uma dobradiça completamente nova

 

 

Para resolver parte dos problemas mais críticos do primeiro Fold, o Samsung Galaxy Z Fold2 conta com uma dobradiça inspirada no Galaxy Z Flip, que recebe dobradiças físicas para dobrar a tela e mantê-la fixa em um determinado ângulo. Há um reforço com uma dobradiça adicional de cada lado.

 

 

Outra mudança importante está no uso de uma barreira que cobre toda a parte externa da dobradiça, que lembra uma escova em miniatura, que limpa a dobradiça e, ao mesmo tempo, evita que entre poeira no interior do dispositivo.

 

 

 

Hardware

 

 

Aqui, as diferenças são muito menores do que o esperado. O hardware do Samsung Galaxy Z Fold2 melhorou em relação ao Fold, mas em alguns aspectos, ele andou para trás.

 

 

O processador é melhor no Samsung Galaxy Z Fold2 (a Samsung não revelou, mas com certeza será no mínimo o Snapdragon 855). Porém, a RAM é a mesma, e o modelo novo possui a metade do espaço de armazenamento (256 GB).

 

 

Nas câmeras, o primeiro Fold é até melhor em alguns aspectos, como na abertura do sensor principal, a resolução da lente grande angular e o duplo sensor da câmera de selfies. Em compensação, o Samsung Galaxy Z Fold2 recebe novas tecnologias presentes em outros smartphones de 2020, onde a mais chamativa é o Modo Noturno.

 

 

O novo modelo também entrega melhorias no modo de câmera com o smartphone dobrado e apoiado à mesa (Modo Flex), e usa inteligência artificial para seguir as pessoas no enquadramento, permitindo a gravação de vídeos de forma adequada inclusive quando você está em movimento.

O restante do hardware é similar, incluindo a bateria e sua capacidade de recarga rápida. O Samsung Galaxy Z Fold2 estreia o 5G e o WiFi 6, duas melhorias muito importantes.

 

 

 

As novidades de software

 

 

A Samsung incluiu muitas melhorias na capa do sistema, onde o Samsung Galaxy Z Fold2 melhorou muito a transição do app da tela externa para a tela interna, com uma melhor distribuição da interface, além da organização do multitarefa com 2 e 3 janelas simultaneamente.

 

 

O Modo Flex ficou melhor com a nova dobradiça, usando muito mais apps de forma inteligente e automática, mudando a distribuição da interface de acordo com a dobra e a posição do dispositivo. A experiência fica mais fluída e mais prática.

 

 

 

Conclusão

 

 

O Samsung Galaxy Z Fold2 supera e muito o seu predecessor, principalmente nas telas maiores sem o notch e, em especial, na tecnologia da dobradiça que é completamente nova e mais confiável, permitindo o melhor posicionamento de tela em ângulos específicos.

Adicione o Modo Noturno, o app de câmera melhorado e a multitarefa melhorada na capa do sistema, a não ser que a diferença de preço seja muito grande, pode chutar o primeiro Galaxy Fold para longe e invista seu dinheiro no Samsung Galaxy Z Fold2… se o seu dinheiro deixar, é claro.

Afinal de contas, ele custa US$ 2.000.


Compartilhe