Compartilhe

Feliz 2020, pois este é o primeiro review do novo ano. Aproveito a oportunidade para desejar que os seus próximos 12 meses sejam de progresso e realizações, assim como eu desejo o mesmo para mim e para o TargetHD.net.

Pois bem, antes de 2019 chegar ao fim, o pessoal da assessoria de imprensa da Razer no Brasil liberou para testes o Razer Viper, um mouse gaming que é até discreto no design (considerando que esse é um produto voltado para os gamers, e bem sabemos como esse segmento oferece produtos chamativos), mas cheio de recursos nas suas funcionalidades.

Eu não sou um gamer convicto, mas decidi testar o produto e apresentar nesse post as impressões que eu obtive com ele.

 

 

Review em Vídeo

 

 

 

Características físicas

A primeira impressão que eu tive do Razer Viper é de um mouse discreto e leve, mesmo com o seu logo que fica alternando de cor constantemente enquanto o mesmo está conectado no computador. Outros dispositivos gaming contam com vários LEDs luminosos que até oferecem um estilo mais moderno e alinhado com a proposta, mas que, na prática, não servem para nada, criando uma distração visual desnecessária durante as partidas.

Os botões esquerdo e direito são de grandes dimensões e bem espaçados, deixando praticamente impossível um clique em falso. Até mesmo os botões laterais não conseguem atrapalhar na interação com o sistema operacional e com os jogos (mesmo porque eles são botões programáveis), e as chances de cliques em falso são muito pequenas.

O seu baixo peso torna o seu uso prolongado algo muito agradável, ajudando na produtividade em diferentes âmbitos. E seu design ambidestro ajuda na melhor pegada para o uso durante as partidas e em tarefas de escritório. Meu mouse de uso diário (da Microsoft) tem dimensões menores, e eu achei o Razer Viper mais confortável para as minhas necessidades.

Na parte inferior do Razer Viper, uma de suas principais virtudes: o seu sensor de 16.000 dpi. Com ele, você pode ajustar a velocidade do periférico de acordo com as suas necessidades. E pode fazer isso, independente do Razer Synapse, software que entrega ajustes avançados ao periférico. Um botão físico na parte inferior do mouse faz o ajuste da resolução e, em consequência disso, da velocidade do cursor no sistema operacional.

São cinco ajustes de resolução:

– LED vermelho: resolução baixa
– LED verde: resolução media
– LED azul: resolução normal
– LED verde água: resolução alta
– LED amarelo limão: resolução extrema

Ao conectar o mouse no computador, o Razer Viper assume inicialmente a resolução normal, ou o que seria o padrão de qualquer mouse do mercado. Com o botão na sua parte inferior, você ajusta essa resolução de acordo com as suas necessidades, de forma direta e simples.

Esse ajuste pode ser feito via software, mas se você não quer (ou não pode) instalar um programa de 490 MB no seu computador, ao menos pode fazer esse ajuste de forma independente.

Por fim, o seu cabo revestido com tecido passa uma sensação de boa qualidade na sua construção, dando a entender que será muito difícil que o Razer Viper apresente problemas de estresse por desgaste desse cabo ou de algum dos seus componentes, entregando aquela sensação de produto de boa qualidade.

 

 

Sobre o Razer Synapse

Como eu disse um pouco antes, o Razer Synapse é ativado de forma automática no computador com Windows assim que você conecta o Razer Viper em uma porta USB. Esse software vai oferecer recursos e habilidades adicionais ao mouse, prometendo uma experiência de uso ainda mais completa, especialmente em cenários específicos.

Este não é um software considerado essencial ou indispensável. Você pode usar o Razer Viper mesmo sem esse software no Windows 10, e ele vai funcionar bem, mas apenas com os seus recursos mais básicos. Para quem quer (e precisa) ir um pouco além nas funcionalidades (especialmente os gamers, que precisam personalizar os botões laterais), o uso desse software passa a ser obrigatório.

Uma coisa bem interessante (e que justifica o teste desse periférico no uso diário e nas tarefas de escritório) é que o Razer Synapse também pode ser personalizado para ser compatível com comandos específicos de softwares muito populares entre os usuários de computador, aumentando a produtividade dos usuários que buscam um pouco mais de recursos na rotina diária com o equipamento.

Nas configurações de instalação dos softwares complementares, você pode escolher os itens mais necessários para as suas atividades, o que pode aliviar um pouco o peso da instalação do pacote de soluções para o Razer Viper. Já é alguma coisa, mas… 490 MB? É muita coisa!

 

 

A experiência de uso

O Razer Viper é um mouse que entrega uma experiência de uso muito agradável, uma vez que é um produto que não apresenta qualquer tipo de obstáculo ou dificuldade para funcionar bem no Windows 10 e também no Chrome OS (sim, eu ainda tenho um Chromebook para chamar de meu, e isso não vai mudar tão cedo). É um mouse totalmente Plug and Play, ou seja, basta conectar na porta USB para ele funcionar nas suas funcionalidades mais básicas.

O conforto oferecido pelo periférico e a sua pegada natural e ergonômica contribuem (e muito) para um uso mais prolongado tanto durante os games como nas tarefas de escritório. O tempo de resposta dos botões e do cursor do mouse é ótimo, e o fato do clique dos botões ser relativamente audível (quando comparados com outros modelos) particularmente não me incomodou. Mas isso é uma questão de gosto.

A roda central ou wheel também oferece uma boa resposta e velocidade de deslocamento, contribuindo também para uma maior produtividade e boa experiência de uso geral do produto. Definitivamente, estamos diante de um produto que veio para agradar em todos os aspectos.

 

 

Conclusão

O Razer Viper é um mouse que pode atender bem as necessidades de gamers e usuários que buscam um periférico leve e confortável para longas jornadas. Talvez o seu preço acabe espantando um pouco os jogadores mais casuais, que nem devem ser exatamente o público alvo desse tipo de produto (mas nada impede que esse grupo de usuários encare o periférico como um investimento.

Porém, para quem leva a questão do gaming no PC um pouco mais a sério, é uma opção a se considerar. O seu conjunto geral é bem justo, e o resultado final da experiência de uso foi muito agradável. Ou seja, para quem está com essa coragem toda para investir uma boa grana em um mouse que está acima da média nas suas configurações, o Razer Viper pode ser uma opção a ser considerada sem correr grandes riscos.


Compartilhe