Quais as opções da Huawei se a empresa ficar sem o Android? | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Quais as opções da Huawei se a empresa ficar sem o Android? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Smartphones | Quais as opções da Huawei se a empresa ficar sem o Android?

Quais as opções da Huawei se a empresa ficar sem o Android?

Compartilhe

Caso o pior aconteça com a Xiaomi, ou seja, a empresa ficar sem o Android para os seus smartphones, a sua melhor opção é também a mais complicada e arriscada: desenvolver um sistema operacional próprio, que não depende de nenhuma empresa associada ou vinculada aos Estados Unidos.

 

 

E foi exatamente essa a alternativa que a Huawei escolheu…

 

A Huawei está trabalhando no HongMeng OS, nome provisório do seu sistema operacional para dispositivos móveis. Ainda não está claro qual é a base que a empresa adotou, mas é comentado que ela pode utilizar em todo ou em partes o Aurora OS, sistema operacional que tem a sua origem no Sailfish OS.

Isso, somado com a grande quantidade de plataformas de aplicativos que existem na China e as melhorias que a Huawei está introduzindo em sua própria loja de aplicativos (a App Gallery), representa em conjunto um grande fôlego que permitiria ao gigante asiático dar forma para uma alternativa real e efetiva ao Android, mas que estaria limitada, pelo menos nesse primeiro momento, à China.

O ecossistema que oferecem as grandes empresas chinesas como Baidu e Tencent QQ não existem fora do seu país de origem, de modo que é perfeitamente compreensível que a Huawei afirme que vai primeiro lançar o seu sistema operacional naquele país, e que sua expansão internacional não acontece até 2020. A Huawei precisa trabalhar muito nesse software, e pensa nele ainda como um plano B, quando as imprevisíveis consequências de um possível veto vier.

Atualmente, a Huawei é a segunda maior vendedora de smarpthones do mundo. Se a empresa deixa de utilizar o Android, muitos usuários podem migrar para outras marcas e se manterem fiéis ao sistema operacional. Mas… o que aconteceria se a Huawei alcançasse o sucesso com o seu próprio sistema operacional? Provavelmente pode se transformar em um real rival direto do Android em escala internacional.

Nem preciso dizer que o Google não se interessa em nada com esse cenário, e o veto à Huawei também sacudiu a indústria norte-americana de semicondutores, que já começaram a pressionar para que Trump recue e busque uma aproximação antes que eles comecem a perder milhões de dólares entre as receitas e a queda nas vendas e, por tabela, as perdas de capitalização de mercado.


Compartilhe