Wetten.com Brasil Apostas
Home » Software » Por que o Windows 9 não existe?

Por que o Windows 9 não existe?

Compartilhe

Eu sei que você já deve ter se perguntado isso, mas nunca encontrou uma resposta racional ou convincente. Também sei que a minha missão em tentar oferecer respostas para uma pergunta relativamente complexa é complicada. Porém, de verdade, eu quero mesmo responder por que não existe um Windows 9.

Não tem a ver com uma maldição ou superstição. Até porque, pela lógica, o Windows 9 seria bem sucedido, já que o Windows 8 foi um completo fracasso.

Os motivos são outros.

 

 

 

Por que não existe um Windows 9?

 

Os motivos descritos neste post são reais, mas não necessariamente oficiais, já que a Microsoft não se pronuncia sobre o assunto.

Vamos voltar ao fracasso do Windows 8, e sua tentativa de levar o touch aos computadores, eliminando a barra iniciar para colocar no lugar uma tela cheia de ícones quadrados. Muitas pessoas não entenderam a proposta, mas essa versão do sistema operacional da Microsoft foi realmente decepcionante.

Muitos entendem que um nome Windows 9 passava a ideia de continuidade direta do Windows 8, dando a entender para os usuários que esta não seria uma nova versão, mas sim uma atualização. E isso provocaria a rejeição imediata de muita gente.

Faz sentido.

O Windows 10 é completamente diferente, e “10” neste caso significa “excelência, perfeição e qualidade”. E todo mundo percebe isso sem se dar conta. 9 é muito próximo de 8, e é pouco para a perfeição que o 10 oferece.

 

 

 

Outro motivo, também ligado ao passado

 

 

O nome Windows 9 também não foi utilizado por conta das similaridades com os nomes Windows 95 e Windows 98, o que poderia resultar em problemas tanto com os consumidores como em softwares e produtos de terceiros.

Um desenvolvedor da Microsoft comentou sobre isso no Reddit:

 

“Rumores internos sugerem que o teste inicial revelou muitos produtos de terceiros que tinham códigos semelhantes aos seguintes:

if(version.StartsWith(“Windows 9”))

{ /* 95 and 98 */}

else{”

 

Ou seja, o nome Windows 9 poderia não funcionar bem porque muitos softwares poderiam entender que o termo era uma referência ao Windows 95 ou Windows 98. Para evitar esses problemas, a melhor solução foi adotar o nome Windows 10.

 

 

 

Conclusão

 

Como disse um pouco antes neste artigo, estas são as duas respostas mais aceitas dentro da comunidade de informática, mas não são respostas 100% oficiais.

A Microsoft não se pronuncia sobre o assunto, e nem mesmo os desenvolvedores do Windows 10 confirmam essas histórias como os reais motivos para o Windows 9 não existir.

Por isso, as especulações sobre as explicações para essa decisão continuam. E serão alimentadas por um bom tempo nas comunidades e fóruns de internet.


Compartilhe