Por que o The Great Suspender foi banido do Google Chrome?

Compartilhe

Eu também fui pego de surpresa na semana passada, e muito provavelmente você também foi. “Do nada”, a popular extensão The Great Suspender desapareceu da minha instalação do Google Chrome porque foi banida da Chrome Web Store, sob a acusação de conter malware.

Vamos tentar entender o que aconteceu e, principalmente, orientar o leitor sobre o que fazer sobre o assunto. Além disso, vamos mostrar como recuperar as páginas que estão suspensas nesse momento no navegador.

 

 

 

O motivo para o banimento? Dinheiro, é claro!

 

 

The Great Suspender foi uma extensão para o Google Chrome que ganhou a sua popularidade por suspender abas que ficavam inativas em segundo plano, o que resultava em uma brutal redução do consumo de RAM por parte do navegador web.

Todo mundo sabe que o Google Chrome é um enorme devorador de memória, e qualquer ganho nesse aspecto vale a pena, principalmente para aqueles usuários que não contam com um computador tão potente assim.

O que a extensão fazia era substituir o conteúdo daquela página por uma tela vazia, que poderia ser recarregada com apenas um clique. E isso é muito melhor do que fechar todas as abas.

O grande lance do The Great Suspender é que ele era open source, com código fonte disponível no GitHub. Ou seja, passava transparência e credibilidade para todos.

Porém, no final do ano passado, Dean Oemcke, criador do The Great Suspender, vendeu a extensão para um comprador desconhecido, que começou a atualizar o software de forma silenciosa, conectando o aplicativo a servidores de terceiros. Sem falar em novos recursos que diziam fazer uma coisa e realizavam a execução de códigos de todos os tipos, com finalidade de inclusão de anúncios e redirecionamento de sites, entre outros.

Tudo isso era feito em silêncio, ao mesmo tempo que a extensão solicitava mais e mais permissões para funcionar. Desenvolvedores e usuários mais avançados começaram a abandonar em massa a solução, e tudo isso fez com que o Google ligasse o sinal de alerta, tomando providências.

 

 

 

Quais são as alternativas ao The Great Suspender?

 

Já criaram um fork da extensão chamada The Great Suspender – Without Analytics Tracking, cujo download pode ser feito a partir desse link. Porém, o próprio Google Chrome já conta com o recurso Tab Freeze integrado, que faz basicamente a mesma coisa.

Mas se você entende que precisa de uma extensão a mais no navegador para congelar as páginas web em segundo plano, existe um clone do The Great Suspender disponível na Chrome Web Store: The Great Discarder. Quem sabe ela pode ajudar.

 

 

 

Cuidado, pois ela ainda funciona em outros navegadores

 

A The Great Suspender foi removido da Chrome Web Store, o que faz com que ele deixe de funcionar nos principais navegadores web que utilizam o motor Chromium. Mas isso não significa que ele foi removido em todos.

Por exemplo, o Brave ainda mantém a extensão ativa (pelo menos para mim), de modo que a mesma deve ser desinstalada manualmente. Diante de todos os argumentos apresentados, não vale a pena correr o risco de ter os seus dados coletados aleatoriamente e enviados para sabe lá quem.

 

 

 

O que fazer com as páginas congeladas?

 

Com a desativação remota da The Great Suspender por parte do Google, as abas suspensas pela extensão não são restauradas quando o navegador é reaberto. Então, como resolver este problema?

Basta editar a URL, e você verá o final do link original, o que permite o acesso à página original. Exemplo:

 

chrome-extension://klbibkeccnjlkjkiokjodocebajanakg/suspended.html-ttl-%22Este%20e%20im%20vídeo%20-%20YouTube&pos-0&uri-https://www.youtube.com/watch?v-EXAMPLE1


Compartilhe