TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Por que desativar a Área de Trabalho Remota do Windows se você não usa | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Por que desativar a Área de Trabalho Remota do Windows se você não usa

Por que desativar a Área de Trabalho Remota do Windows se você não usa

Compartilhe

A Microsoft habilitou a área de trabalho remota do Windows como uma poderosa ferramenta para aqueles usuários que precisam acessar o computador que está fisicamente em casa ou no escritório em situações onde determinados arquivos ou programas estão exclusivamente naquela máquina.

Porém, tal e como acontece com qualquer coisa em nossas vidas, o recurso possui as suas vantagens e desvantagens. O desktop remoto existe no Windows há muito tempo, e foi muito utilizado no começo para resolver problemas em um PC à distância, onde outro usuário ou técnico poderia atuar em outro computador.

Se você não tem necessidade alguma em utilizar o desktop remoto no Windows, o recomendado é que você desative o recurso do seu PC. A partir de agora, explicamos por que você deve desativar o recurso, e qual é o procedimento adotado.

 

Por que desativar a área de trabalho remota do Windows?

O recurso de desktop remoto do Windows é conhecido pela sigla RDP (Remote Desktop Protocol), e funciona dessa forma: o computador principal, que é aquele que queremos acessar, deve contar com o sistema operacional Windows 10 ou Windows 11 em versões Pro, Enterprise ou Education (ele também funciona com o Windows 7 e 8, mas a Microsoft não oferece o suporte oficial para essas duas versões), e esse acesso pode ser feito a partir de um computador com Windows ou macOS e dispositivos móveis com iOS e Android, a partir do aplicativo correspondente fornecido pela Microsoft.

Ativar e usar o desktop remoto é um procedimento relativamente simples, mas é importante que os usuários saibam que existem riscos associados neste procedimento. E o principal risco que você corre envolve os ataques informáticos contra o protocolo RDP, algo que aumentou nos últimos anos.

Criminosos cibernéticos aproveitam as vulnerabilidades desse protocolo, ou de acessos mal configurados para desenvolver os ataques, principalmente do tipo Ransomwares, que são aqueles que afetam o processo de inicialização dos computadores e, por tabela, sequestram o equipamento como um todo.

Levando em consideração o potencial para um acesso remoto que pode controlar por completo o computador, já dá para imaginar que esse tipo de ameaça é bem séria. A Microsoft reforçou a segurança do protocolo RDP no Windows 11, bloqueando automaticamente as contas depois de algumas tentativas de início de sessão não válidas em acesso remoto, identificando essa prática como ataque de força bruta.

Mas a melhor forma de se prevenir por completo contra todas as ameaças típicas de um acesso remoto ao computador é mesmo desativando por completo o recurso no Windows. E a partir de agora, você conhece o procedimento para desativar o recurso.

 

Como desativar a área de trabalho remota no Windows

Se você não usa o desktop remoto no Windows, é altamente recomendado que você desative essa função por completo no sistema operacional.

Isso pode ser feito a partir do Painel de Controle do Windows, a partir do editor de registro do sistema operacional, pelo firewall integrado ou pelo Console (também conhecido como Prompt de Comando) do sistema.

Porém, a forma mais simples para desativar essa funcionalidade é a que vamos descrever com os passos abaixo:

  1. Acesse a ferramenta de Configurações, a partir do Menu Iniciar ou pressionando as teclas Windows + I.
  2. No item Sistema, entre na opção Área de Trabalho Remota.
  3. Então, simplesmente desative a função, a partir da chave deslizante localizada neste item.

Simples assim.

Com essa alteração, o desktop remoto estará desativado. E bem sabemos como essa é uma ferramenta muito poderosa e útil, mas que só deve ser utilizada quando e por quem realmente precisa.


Compartilhe