Compartilhe

Amazon

 

A Amazon quer em breve entregar suas mercadorias com drones, mas não contava com um inimigo peculiar: os pássaros.

A gigante do comércio eletrônico anunciou que está desenvolvendo um sistema de controle de tráfego aéreo para os voos dos seus drones. Quando eles fizeram o primeiro envio no Reino Unido, eles já citavam alguns obstáculos para tornar o sistema viável. Mas ali eles falavam de legislação, e não dos animaizinhos no céu.

O novo time da Amazon inclui engenheiros de software e desenvolvedores, todos encarregados de construir um sistema que permita aos drones realizarem as entregas sem trombar com árvores, edifícios, outros drones e pássaros.

Os animais não são elementos fixos e, em alguns casos, jamais vão colaborar com a Amazon. Os gansos por exemplo não ajudam nunca. Nesse caso, o time de profissionais se esmera na solução, pois o tráfego aéreo em voos baixos é muito maior do que o dos aviões.

O sistema vai integrar mapas detalhados com elementos temporários, informações meteorológicas e instruções específicas sobre como reagir quando se aproximar (ou se chocar) com um pássaro. O software vai permitir que os drones se comuniquem entre eles e alerte sobre os riscos em potencial, além de avisar a central de controle.

 

 

Mas a pergunta que fica é: quando tudo isso vai funcionar?

Não há resposta simples. Dada a dependência das legislações e os testes que precisam ser feitos, é certo dizer que vai demorar bastante. Pode até ser que o sistema só funcione em áreas com baixa densidade populacional.

Por enquanto, a Amazon faz a sua parte direito. Até patentearam um sistema para os drones aterrizarem em campos específicos ou diante de faróis de trânsito.

 

 

 

Via Bloomberg


Compartilhe