Em 1993, as novas redes GSM estavam nascendo. O primeiro celular compatível com a nova rede chegou um ano antes, e foi o Nokia 1011. E o Nokia 2110 era lançado no ano seguinte, ampliando a já generosa cota de mercado dos finlandeses.

O Nokia 2110 não foi um produto muito resenhado na sua época, mas ele se destaca por ser aquele que estreou o mítico Nokia Tune, além de ser o primeiro telefone a enviar e receber mensagens em SMS.

O Nokia 2110 foi anunciado durante o primeiro trimestre de 1993, ou seja, já completou 25 anos de vida. E o fez de forma muito similar aos demais telefones da época: antena saltada do corpo, uma pequena tela monocromática de 96 x 65 pixels e duas linhas completas de texto, com um teclado físico com dicionário T9.

O modelo pesava 85 gramas, armazenava até 100 números de telefone na agenda, podendo registrar 10 chamadas recebidas, 10 perdidas e 10 mercadas. Nada de câmera, nada de alto-falantes de música, nada de conector para fones de ouvido e, obviamente, nada de internet.

Porém, o Nokia 2110 tinha o Nokia Tune, muito mais importante que tudo isso. A música se fundiu com a marca de tal forma, que nenhum outro fabricante até hoje conseguiu replicar esse efeito.

Outro diferencial do Nokia 2110 é ponto de discussão. A Wikipédia garante que o Nokia 1011 já conseguia enviar e receber SMS, mas a própria Nokia garante que o Nokia 2110 foi o primeiro celular a fazer isso. Lembrando que a rede GSM, que permitiam tal recurso, nasceu em 1992.

Com isso, o Nokia 2110 entrou para a história por introduzir o serviço que depois ficaria popular, e seria o embrião de plataformas como Twitter e WhatsApp, este último basicamente matando o SMS. De qualquer forma, temos que agradecer a sua existência, pois contribuiu em partes para a evolução das comunicações eletrônicas.