O Facebook precisa ser dividido para ser controlado? | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia O Facebook precisa ser dividido para ser controlado? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Monitores | O Facebook precisa ser dividido para ser controlado?

O Facebook precisa ser dividido para ser controlado?

Compartilhe

Você pode até não saber quem é Chris Hughes, mas vale a pena saber quem ele é e o quanto ele é importante: ele é co-fundador da gigantesca empresa e rede social conhecida mundialmente pelo nome de Facebook. Ele, ao lado de Mark Zuckerberg, o rosto mais reconhecível do processo, ajudou a criar o monstro que conhecemos hoje.

De acordo com uma coluna publicada recentemente no New York Times, Hughes afirma que ficou farto do poder da empresa e pede que o governo intervenha, porque o que eles fizeram até agora, já parece ser algo muito difícil de ser revertido.

Hughes vai além em suas críticas, e clama que Mark Zuckerberg tem um poder sem precedentes, e que é anti-americano, sendo ‘apenas um humano’ e que tudo isso o que vemos hoje não corresponde a tudo o que foi feito contra a privacidade das pessoas.

“Pode ser que Mark nunca venha a ter um chefe, mas ele precisa de alguém que regule o seu poder”, disse Hughes e faz um chamado urgente para que o governo dos Estados Unidos intervenha no assunto, quebrem o seu monopólio e regulem a empresa em prol das pessoas.

Além disso, Hughes afirmou que Facebook, WhatsApp e Instagram devem se separar, que é preciso injetar vigor à arena social que as três redes a qual pertence.

Também afirmou que é necessário uma nova agência governamental empoderada pelo Congresso para regular as empresas de tecnologia em geral, tendo como o primeiro mandato proteger a privacidade das pessoas, algo que claramente o Facebook e Zuckerberg não estão fazendo.

Hughes deixou o Facebook em 2007, e fundou a rede social ao lado de Mark Zuckerberg enquanto os dois eram colegas de quarto em Harvard. O homem conhece o homem-robô e talvez (só talvez) saiba do que ele está falando.

As vozes favoráveis pela divisão das três empresas só aumentam. Vamos ver com os futuros acontecimento sobre o quanto de barulho eles são capazes de fazer sobre esse tema polêmico.

 

Via New York Times


Compartilhe