Compartilhe

O mundo lá fora está voltando ao normal. Ou melhor, está aceitando o ‘novo normal’, já que o antigo normal que todos nós conhecíamos antes da crise sanitária global simplesmente não existe mais. E no começo dessa nova realidade, uma coisa fica bem clara: todos nós estávamos sentindo muita falta dos esportes na televisão.

Algumas modalidades esportivas já retornaram às atividades. Aos poucos e lentamente, mas estão voltando. Primeiro foi o UFC, com várias medidas de precaução para evitar problemas ainda maiores e preservando a integridade física dos lutadores. Depois, nos Estados Unidos, a NASCAR e a Fórmula Indy, duas categorias de esportes a motor, também retomaram as corridas nos estados norte-americanos cujas restrições estavam mais flexíveis.

Porém, o que muitos esperavam mesmo é pela volta do esporte que é a grande paixão do brasileiro: o futebol. E não estou falando do retorno do esporte que aconteceu no Rio de Janeiro, de forma vergonhosa e desrespeitosa (Maracanã funcionando ao lado de um hospital de campanha… uma cena para esquecer).

Falo da volta do futebol europeu nos países onde a questão sanitária está relativamente controlada. E isso já gera reflexos na audiência da TV por assinatura.

 

 

 

Os números não mentem: o futebol fez muita falta na TV paga

 

Durante meses, os canais esportivos sobreviveram com reprises de eventos esportivos. Porém, com os retornos das principais ligas de futebol europeu na Alemanha, Inglaterra, Itália e Espanha (Portugal também retomou o seu campeonato, e a França decidiu encerrar a competição), os canais esportivos voltaram a ficar em maior evidência.

Nos últimos anos, as principais operadoras de TV por assinatura no Brasil (SKY TV, Vivo TV, Claro net e Oi) apontam os canais esportivos como campeões de audiência em comparação com todas as demais categorias de canais. E o principal fator para essa preferência é o fato de ser um evento ao vivo e em tempo real.

Com as reprises, os canais esportivos ficaram na lanterna da audiência. E não era para menos: durante o isolamento social, os canais de notícias eram os mais importantes.

Mas como o mundo está adotando o ‘novo normal’, e as ligas esportivas estão voltando, os canais esportivos voltam a liderar na TV paga brasileira. Uma prova clara disso é o que aconteceu com a ESPN no último final de semana, onde ultrapassou a Globo News na audiência durante a transmissão ao vivo do jogo Real Madrid vs Eibar, pelo Campeonato Espanhol.

Nas próximas semanas, a audiência dos canais esportivos na TV paga deve aumentar ainda mais, pois serão jogos de futebol praticamente todos os dias dos campeonatos europeus. Sem falar no retorno da NBA previsto para o mês de julho, e a fase final da UEFA Champions League, que deve ser retomada em agosto.

Sinal dos tempos. A informação sobre a crise sanitária global ainda é muito importante. Mas… todos estavam sentindo muita falta dos esportes na TV por assinatura.

 

 

Via UOL Esporte


Compartilhe