Wetten.com Brasil Apostas
Home » Smartphones » Moto G Fast e Moto E (2020), smartphones para quem quer pagar pouco

Moto G Fast e Moto E (2020), smartphones para quem quer pagar pouco

Compartilhe

A Motorola anunciou oficialmente dois novos smartphones, o Moto G Fast e o Moto E (2020). O primeiro tecnicamente ocupa o lugar do Moto G8 Play, mas é destinado ao mercado da América Latina, com algumas características diferentes. O segundo é a atualização do seu equivalente lançado no ano passado.

Ambos completam a família de dispositivos já composta pelo Moto G Power e Moto G Stylus. Nesse post, vamos conhecer as principais características dos dois dispositivos.

 

 

 

Moto G Fast

 

 

A primeira pergunta que você deve estar fazendo é: por que o nome Moto G Fast?

Na verdade, o nome pode passar a falsa impressão que esse modelo é mais rápido que os demais, mas na verdade não é isso. O Moto G Fast tem o mesmo processador dos seus irmãos maiores, nem mais, nem menos. Com isso, ele oferece uma maior versatilidade do que os modelos econômicos da geração anterior, a Moto G Play.

Assim, o Moto G Fast é “mais rápido” do que o seu equivalente da geração anterior, o Moto G Play. Mas não mais potente que os demais modelos dentro de sua família Moto G, tanto que contam com apenas 3 GB de RAM, um design discretamente diferente e uma menor capacidade de armazenamento.

A câmera traseira tripla pode registrar fotos melhores em locais com baixa luminosidade, sua bateria possui autonomia para até dois dias de uso e o app Moto Gametime otimiza o software do telefone para rodar jogos sem interrupções e com desempenho otimizado.

O Moto G Fast tem preço sugerido de US$ 199,99.

 

 

 

Características do Moto G Fast

 

 

Tela: 6,4 polegadas
Processador: Snapdragon 665
RAM: 3GB
Armazenamento: 32GB, expansível via microSD até 512GB
Sistema operacional: Android 10
Bateria: 4.000mAh, carga rápida de 10 watts
Câmera principal: 16 megapixels f/1.7; 2 megapixels, f/2.2, macro; 8 megapixels, f/2.2, grande angular de 118 graus
Câmera frontal: 8 megapixels, f/2.0
Conectividade: USB Type-C, 4G LTE, Bluetooth 5.0, rádio FM, 802.11 Wi-Fi a/b/g/n/ac 2.4GHz e 5GHz, GPS
Não tem NFC
Sensor de impressão digital físico traseiro

 

 

 

Moto E (2020)

 

 

O Moto E (2020) é um dispositivo de entrada com especificações modestas e um preço bem econômico.

O modelo conta cm uma tela de 6.2 polegadas Max Vision (HD+, 19:9, IPS), com notch em forma de gota. O modelo promete oferecer uma câmera decente com vários efeitos, além do popular modo retrato e uma bateria que pode durar até dois dias.

A Motorola promete pelo menos mais uma atualização do Android para o Moto E (2020), que chega com o Android 10, mas que deve ser atualizado para o Android 11. E essa é uma mudança importante em relação às versões anteriores do Moto E, que não receberam atualizações.

 

 

De novo, o Android aqui é (quase) puro, com a inclusão das Moto Actions e um app próprio de câmera, além do My UX, que permite a configuração personalizada do telefone para ressaltar os recursos mais utilizados.

O Moto E (2020) tem preço sugerido de US$ 149,99.

 

 

 

Especificações do Moto E (2020)

 

 

Tela: 6,2 polegadas, 1.520×720, 19:9, IPS
Processador: Snapdragon 632
RAM: 2GB
Armazenamento: 32GB, expansível via microSD
Câmera principal: 13 megapixels, f/2.0 + 2 megapixels, profundidade f/2.2
Câmera frontal: 5 megapixels, f/2.0
Bateria: 3.550mAh, carregador de 5 watts, sem carga rápida
Conectividade: 4G, Bluetooth 4.2, Wi-fI 80211 a/b/g/n 2.4Ghz, 5Ghz, Wi-Fi, GPS, AGPS, Glonass, Galileu
Sem NFC
Porta do fone de ouvido, sensor de impressão digital na parte traseira
Conector de carregamento MicroUSB
Cores: azul e rosa


Compartilhe