Compartilhe

Os responsáveis pelo Linux Mint (distribuição Linux baseada no Ubuntu, bem leve por sinal) anunciaram que voltaram a trabalhar com a empresa israelense Compulab para criar o MintBox 3, o novo PC desktop baseado no Airtop 3.

O Airtop foi um desktop que se destacava por funcionar exclusivamente com dissipação passiva, ou seja, sem ventiladores para dissipar o calor, mas sim com um complexo e interessante mecanismo de dissipação passiva. O modelo original conta com uma NVIDIA GeForce GTX 950 como GPU e Intel Core i7 como processador.

 

 

Potente e quase não faz barulho

Basicamente o MintBox 3 é um Airtop 3 levemente modificado para receber o Linux Mint, já que as suas características internas de hardware seguem as mesmas: potente, com um ruído quase nulo e disponível em duas versões.

A primeira é a configuração ‘básica’, com processador Intel Core i5 de seis núcleos, 16 GB de RAM, SSD Samsung EVO de 256 GB, WiFi, módulo FACE FM-AT3 e preço sugerido de US$ 1.543. O segundo é mais potente, com um processador Intel Core i9, GPU NVIDIA GTX 1660 Ti, 32 GB de RAM, SSD Samsung EVO 970 de 1 TB, WiFi, módulo FACE FM-AT3 e preço sugerido de US$ 2.698.

Hoje, tanto a Apple como a Microsoft conta com linhas de produtos oficiais, e as distribuições Linux são obrigadas a se virar e ter pelo menos algum produto com o seu selo para ter uma maior visibilidade. Além dessa parceria da Linux Mint com a Compulab, a Canonical (empresa desenvolvedora do Ubuntu) fechou uma parceria com a Dell, e a KDE tem um Slimbook dedicado baseado no modelo Katana (que inclui, de forma curiosa, o KDE neon, também baseado no Ubuntu).

Apesar do Airtop 3 original oferecer algumas possibilidades adicionais, os fãs do Linux Mint terão no MintBox 3 duas opções bem interessantes para utilizar o seu sistema operacional favorito. A má notícia é não ter qualquer previsão para esses produtos desembarcarem por aqui.

 

Via LinuxMint


Compartilhe