Como desligar o Chromecast (e por que deixar ele ligado sempre é uma boa ideia) | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Como desligar o Chromecast (e por que deixar ele ligado sempre é uma boa ideia) | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Áudio e Vídeo | Como desligar o Chromecast (e por que deixar ele ligado sempre é uma boa ideia)

Como desligar o Chromecast (e por que deixar ele ligado sempre é uma boa ideia)

Compartilhe

Alguns usuários do Chromecast podem se preocupar com o fato do dispositivo não contar com um botão de liga/desliga, e não quer deixá-lo ligado o tempo todo. Pois saiba que é bem simples desligar o Chromecast, mas existem bons motivos para você não fazer isso. Nesse post, abordamos o assunto mais a fundo.

 

 

Como desligar o Chromecast?

Quando você desliga o computador, o Chromecast entra em modo standby. Ele segue recebendo corrente elétrica, mesmo não estando em funcionamento. O mesmo acontece quando mudamos a TV a entrada HDMI em uso, quando saímos da HDMI do Chromecast para ativar a porta da TV a cabo ou da TV por antena (aberta).

O que você precisa fazer para efetivamente desligar o Chromecast (além de desconectá-lo da corrente elétrica, que é uma opção bem óbvia) é clicar no ícone do Chromecast no nosso dispositivo (computador, smartphone ou tablet). Ali, no menu deslizável que aparece, você clica no item para encerrar a transmissão.

Existem outras opções, se você conta com um dispositivo da família Google Home e um Chromecast conectados na mesma rede WiFi. Você pode usar comandos de voz para ligar ou desligar o Chromecast. Os dois únicos requisitos são: 1) a TV onde o Chromecast está instalado deve ter suporte para HDMI-CEC e com essa opção ativa, e 2) você precisa ter o Chromecast conectado na rede elétrica, e não na porta USB da TV (para que a TV seja independente do Chromecast no funcionamento).

 

 

As vantagens em manter o Chromecast sempre ligado

Alguns argumentos são bem interessantes em favor de deixar o Chromecast sempre conectado e ativo, ou em modo standby.

Para os usuários muito preocupados com o consumo de energia, os argumentos abaixo podem ajudar a tranquilizar:

 

1. É super eficiente: o Chromecast consome pouca energia, e o gasto teórico como se fosse um ‘consumo fantasma’ é algo anedótico.

2. Atualizações transparentes: ter sempre conectado resulta em atualizações instaladas tão logo elas fiquem disponíveis, e o dispositivo está sempre pronto para o uso quando precisamos.

3. Preserve a saúde de sua porta HDMI: o design físico dessa porta não foi feito para conectar e desconectar dispositivos o tempo todo. Por isso, alguns produtos contam com um extensor de cabo HDMI para evitar que o dongle sofra com potenciais danos físicos.

4. HDMI-CEC: este padrão permite controlar a TV a partir do dispositivo HDMI conectado à tela (desde que, obviamente, exista o suporte para essa tecnologia), e faz que o Chromecast receba o sinal enviado do smartphone, ligando a TV automaticamente.


Compartilhe