Dropbox vs OneDrive vs Google Drive: comparamos os seus planos gratuitos | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Dropbox vs OneDrive vs Google Drive: comparamos os seus planos gratuitos | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Internet | Dropbox vs OneDrive vs Google Drive: comparamos os seus planos gratuitos

Dropbox vs OneDrive vs Google Drive: comparamos os seus planos gratuitos

Compartilhe

Temos vários serviços de armazenamento na nuvem, mas existe um grupo que se destaca em popularidade frente aos demais. Ou porque os seus serviços são melhores, ou por causa do nome mesmo. Estamos falando da trindade Dropbox, Google Drive e OneDrive.

O primeiro democratizou o armazenamento de arquivos na nuvem, e os demais foram entrando na moda, mais cedo ou mais tarde. O Google Drive aglutina um poderoso pack de aplicativos, e a Microsoft fez mais ou menos o mesmo quando colocou o Office na nuvem.

Nesse post, faremos um comparativo dos três serviços nas suas versões gratuitas e nos seus aspectos mais importantes para os usuários.

 

 

Capacidade de armazenamento

 

 

O principal motivo para você procurar um serviço como esse.

Tanto Dropbox como Google Drive como OneDrive oferecem GBs de armazenamento de graça com o simples fato de você se registrar nas plataformas. Mas todas apresentam diferenciais nesse aspecto.

De cara, podemos dizer que o Google Drive vence de goleada nesse aspecto, por contar com a maior capacidade de armazenamento de forma gratuita, com 15 GB, expansíveis mediante a contratação de um dos seus planos pagos.

Já o Dropbox oferece apenas 2 GB de graça no plano básico. Mas você pode ampliar esse limite com promoções pontuais com outras marcas pela compra de dispositivos, envio de convites para amigos abrirem uma conta e outras ações. Assim, você pode ter 16 GB de graça nessa plataforma.

Por fim, o OneDrive oferece 5 GB de armazenamento de graça, mas não oferece a possibilidade de ampliação via promoções, apenas no modo pago, o que deixa esta como a última opção.

 

 

Segurança

 

 

Não existem muitas diferenças dentro dos planos gratuitos dos três serviços. Todos contam com os padrões básicos de segurança que podemos encontrar na maioria dos sites para proteger a nossa informação.

O Google Drive tende a ser mais completo, com mais opções por mais tempo de forma ilimitada e gratuita. Já o Dropbox se destaca por recuperar o arquivos e histórico de versões por até 30 dias, remoção remota de dispositivos e desvincular de conta rapidamente. Por fim, o OneDrive se destaca pela codificação individual para cada arquivo, evitando assim que os demais arquivos se comprometam em caso de problemas.

 

 

Outras configurações

 

 

Tanto Dropbox como Google Drive permitem trabalhar nos arquivos em modo offline. Já o OneDrive só entrega essa funcionalidade nos seus planos Premium. Nos três casos podemos armazenar qualquer tipo de arquivo.

Também é comum para os três serviços a opção de compartilhar documentos com outras pessoas, ou editar sobre os documentos dentro da própria ferramenta. No último caso, tanto Dropbox como OneDrive são meio toscos na hora de trabalhar com os documentos do Office, inclusive apresentando alguns problemas na hora de tenar abrir os arquivos.

Aqui, o Google Drive já conta com apps do Office de graça e totalmente integrados, muito mais cômodos para a edição. Além disso, possui total integração com o Google Fotos para a gestão de imagens.

Em resumo, o Google Drive é muito mais completo que os demais nas configurações. Se bem que o OneDrive oferece o pack Office 365, e o Dropbox conta com o Dropbox Paper e o Dropbox Showcase, que exigem um pagamento prévio para o uso.

E esse foi o nosso comparativo das versões gratuitas do Dropbox, Google Drive e OneDrive. Mostramos as diferenças entre cada um deles, e revisamos algumas de suas principais características. Quem sabe esse guia pode ajudar na hora da escolha do plano que melhor se adapta ao que você procura.

Se bem que o mundo perfeito é ter uma conta de cada um deles. Memso que sejam gratuitos, um serviço pode complementar o outro.


Compartilhe