Compartilhe

O Windows 10 tem uma estratégia clara de atualizações, que combina os parches de segurança (que são mensais) com as grandes atualizações com novas funções e melhorias (que são semestrais).

Assim, a Microsoft mantém atualizados os núcleos básicos do Windows 10, adaptando o desenvolvimento do mesmo aos desafios da era conectada. Porém, os problemas das atualizações chegaram a um ponto que a gigante de Redmond precisa (desesperadamente) mudar de estratégia.

As três últimas atualizações semestrais do Windows 10 vieram com erros, e nem mesmo a November 2019 Update, que se centrava apenas nas melhorias de segurança, desempenho e estabilidade, conseguiu se livrar dos erros.

Quando um simples update de qualidade chega com erros, chegou a hora de tentar algo novo para colocar um fim a uma situação que está ficando incômoda por tempo demais.

Nos últimos meses, a Microsoft prometeu melhorar o processo de verificação de controle de qualidade das atualizações, mas os resultados não saíram como o esperado. Isso é péssimo para o usuário que tem que enfrentar problemas que podem custar tempo e dinheiro.

Sem falar na própria imagem da Microsoft, que fica arranhada com atualizações com erros.

 

 

Mudar o modelo de atualizações, enquanto ainda dá tempo

 

 

Muitos se perguntam o que a Microsoft pode fazer para resolver esta situação, mas a pergunta correta é: o que a Microsoft DEVE fazer, já que a solução não é nada complicada.

O mundo perfeito pede que a Microsoft mude o seu ciclo de atualizações, saindo do modelo semestral para um modelo anual. Isso daria mais tempo para testes, permitindo a inclusão de mais funções e novidades em cada atualização.

E, ainda assim, pode ser que nem mesmo esse modelo de updates seria perfeito. Por outro lado, a melhor seria significativa em função do tempo. A Apple e diversas distribuições Linux trabalham com planos de atualizações anuais, e se dão muito bem (e, mesmo assim, não se livram de problemas eventuais).

A Microsoft precisa rever os seus planos enquanto ainda tem tempo. O Windows 10 preserva uma boa imagem com muitos usuários, mas os problemas de atualização podem colocar essa reputação positiva a perder. E sem muito esforço.


Compartilhe