Microsoft corrige o último erro do Windows 7 que ela mesma provocou

Compartilhe

Morreu, mas teve que receber uma correção pós morte.

O Windows 7 morreu, mas não consegue ser enterrado. A Microsoft foi obrigada a enviar uma última atualização para o sistema operacional, já que o update anterior acabou com o funcionamento dos fundos de tela.

Ou seja, não há uma correção de software ou melhorias de segurança. Pelo menos não para o grande público. Quem adquiriu o Windows 7 Security Updates (ESU) ainda recebe as atualizações por algum tempo. Esse programa é voltado para as empresas e organizações que ainda não podem atualizar para o Windows 10. Já os demais mortais podem atualizar para o Windows 10 de graça.

Porém, a Microsoft conseguiu ferrar com a última atualização da história do Windows 7, o que obrigou a empresa a lançar a atualização de prorrogação para corrigir um erro que ela mesma causou.

 

 

Uma última correção para um último erro

A atualização KB4534310 do Windows 7 fez com que alguns usuários ficassem com uma tela preta no lugar do seu fundo de tela preferido. Isso aconteceu por um erro que basicamente só mostrava o fundo de tela se o papel de parede se ajustava ao tamanho da tela. Caso contrário, tela preta.

Inicialmente, a Microsoft alertou que só poderia corrigir a falha para quem tinha a licença ESU, mas agora decidiu mudar de ideia. A correção para esse problema será publicada em fevereiro, e terá distribuição gratuita para todos os usuários do Windows 10.

Esse problemas levanta novos questionamentos.

Se a Microsoft vai lançar uma atualização para um erro tão besta, ela pode fazer o mesmo com problemas de segurança mais graves? Ao que tudo indica, o problema da tela preta é apenas uma exceção, mas que abre as portas para atualizações futuras mais relevantes.

Pelo menos por enquanto, a Microsoft já informou que uma vulnerabilidade no Internet Explorer para Windows 7 foi detectada, e não vai solucionar esse problema.

 

 

Usuário do Windows 7, você está por conta própria

Vamos ser realistas: a Microsoft só está corrigindo esse problema da tela preta no lugar dos papéis de parede da área de trabalho do Windows 7 porque esse é um problema tão besta, mas tão imbecil… que não corrigir seria uma vergonha. Um queimar de filme sem tamanho para um fim de vida de um sistema operacional muito popular.

E esse filme poderia ficar ainda mais queimado se a Microsoft realizasse a bobagem de só oferecer a correção para os usuários empresariais (que estão pagando). Uma correção estética é muito mais simples de ser resolvida do que uma falha grave de segurança. Logo, todo mundo poderia receber esse update sem problemas.

Mas fica o aviso para os usuários que gostam de viver perigosamente: você está por sua conta e risco.

O Windows 7 a partir de agora tem tudo para ser uma porta para malwares e cibercriminosos. A Microsoft não deve fazer o trabalho pesado em descobrir e corrigir vulnerabilidades nessa versão, pois tudo o que a empresa dirigida por Satya Nadella quer nesse momento é que você abandone de uma vez por todas esse sistema operacional.

Ou seja… é de sua responsabilidade ficar no Windows 7. Avisado você já está!

 

 

Via Microsoft, Beta News


Compartilhe