Parece que não existe tecnologia de segurança biométrica que seja imune às mentes criativas de hackers e cibercriminosos. Com apenas 13 minutos gastos de sua preciosa vida, é possível criar uma impressão digital 3D que engana com facilidade o leitor de digitais ultrassônico integrado na tela do Galaxy S10 e do Galaxy S10+ da Samsung.

Pode parecer uma tarefa fácil falando desse jeito, mas será preciso ter uma impressora 3D para replicar a experiência, algo que não é para todos. O usuário que conseguiu a façanha tirou uma foto da impressão digital deixada em um pedaço de vidro, importou a imagem para o Photoshop onde aumentou o contraste, e transferiu a foto para o program 3ds Max, criando assim uma versão tridimensional da digital para a impressão.

Todo o processo demorou apenas 13 minutos. A impressão digital impressa em 3D está pronta para ser utilizada no desbloqueio dos novos smartphones top de linha da Samsung, e com sucesso. Os resultados são surpreendentes, com uma autenticação feita de forma bem rápida.

 

 

Então… qual é a forma de autenticação mais segura?

 

Nesse momento, não tem. Todas apresentam algum tipo de brecha. Quem sabe o Face ID da Apple com a identificação por múltiplos pontos, mas ainda assim ela tem áreas cinzas que podem ser exploradas.

O objetivo do usuário com esse experimento é mostrar como é fácil ludibriar esse tipo de tecnologia. E é fundamental ter em mente que a autenticação por digitais está bem longe de ser o método mais seguro.

Mesmo assim, é surpreendente o que uma câmera de um smartphone trabalhando com uma impressora 3D podem fazer. Se tal descoberta vai fazer com que os consumidores e o próprio mercado reforcem investimentos na pesquisa e desenvolvimento desse formato ou o abandone de vez, não sabemos. Porém, é fundamental que tal tecnologia seja melhorada se quiser continuar no mercado.

No futuro, esperamos que leitor de digitais ultrassônico seja inteligente o suficiente para prevenir casos de fraudes ou falsos positivos, conseguindo distinguir com eficiência um dedo de uma impressão em 3D. O teste que mostramos nesse post é bem pertinente, e serve de sinal de alerta para os atuais proprietários e futuros interessados nos novos smartphones top de linha da Samsung.

 

 

Via Reddit