A Apple decidiu atualizar o seu iPad Mini (2019), melhorando as especificações técnicas do tablet, mas mantendo o design que conhecemos desde a sua primeira geração. A empresa é uma das poucas que pode se dar ao luxo de fazer isso e, ainda assim, manter o entusiasmo com muitos usuários que acabam trocando de dispositivo, mesmo que o modelo novo não apresente mudanças de design.

Dessa forma, temos nesse modelo bordas grandes em uma tela LCD e o mesmo leitor de digitais na parte central inferior frontal (não na tela, mas na borda inferior). E apesar de todos os esforços da Apple em impulsionar o uso do Face ID nos seus dispositivos móveis, o modelo ainda conta com o Touch ID como método de reconhecimento biométrico.

São novas especificações em uma carcaça antiga. E é isso o que aqueles que gostam de um tablet pequeno e quer qualidade pode ter. Dito isso, o youtuber JerryRigEverything decidiu verificar se ao menos a qualidade de construção melhorou, testando a sua durabilidade no teste de dobra do dispositivo.

O iPad Mini (2019) até que não vai mal nos testes, porém, ainda é um dispositivo que exige uma boa dose de cuidado extra. Mesmo sendo bem resistente aos típicos arranhões na tela, na parte traseira e da câmera, o dispositivo fica seriamente comprometido quando passou pelo teste de dobra, onde uma força física é exercida no centro do dispositivo.

É possível ver que o novo iPad Mini (2019) dobra com relativa facilidade, e sem a possibilidade de voltar ao formato original. Apesar do tablet permanecer funcional, poucos usuários querem trabalhar em um dispositivo dobrado. De qualquer forma, a Apple recebe o crédito por conseguir fazer com que a tela não termine partida depois de dobrar.

O iPad Mini (2019) é considerado um tablet caro para um dispositivo que só atualizou por dentro, mantendo o seu design sem grandes inovações. Porém, reforço que é uma das melhores opções do mercado atual para quem quer um tablet com pequeno tamanho e elevada qualidade.