Compartilhe

Surpresa.

O iPod representou toda uma geração que mudou os seus hábitos de ouvir música com a era dos downloads digitais. Muitos pensavam que ele estava morto com a chegada do iPhone, que fazia muito mais que ele em um produto com dimensões similares. Porém, a Apple surpreende o mundo (e mostra que precisa desesperadamente ser menos dependente do iPhone) e lança uma nova geração do iPod Touch, que nas gerações anteriores foi basicamente um iPhone sem telefone.

 

 

Ele parece um iPhone velho. Então… quais são as novidades?

 

 

O novo iPod Touch mantém essa filosofia, tanto nas funcionalidades como no design. Ele mantém as linhas clássicas do iPhone, incluindo o reconhecível botão Home. É mais fino porque não conta com toda a parafernália de um telefone, mas em compensação possui tela de ‘apenas’ quatro polegadas (1136 x 640 pixels) com bordas muito exageradas para os padrões atuais.

As novidades do novo iPod Touch está no fato de usar o hardware que está presente nos iPhones atuais, com o chip A10 Fusion (o mesmo usado no iPhone 7 e 7 Plus), com um desempenho muito melhor do que a geração anterior.

 

 

Isso é importante porque abre as portas de software que antes eram apenas do iPhone, como a realidade aumentada. A câmera traseira de 8 MP trabalhando com o chip A10 pode entregar experiências completamente novas nesse aspecto.

 

 

Um iPod Touch em 2019… faz algum sentido?

 

 

O novo iPod Touch também é compatível com a nova plataforma de jogos da Apple, a Arcade. A empresa aposta forte nessa proposta, com parceria com importantes nomes do setor. E o novo iPod Touch permite o uso desses jogos sem a necessidade de comprar um iPhone.

Em resumo, o novo iPod Touch tem cara de iPhone velho, e existe para quem não quer comprar um novo smartphone. É útil para quem quer dar o salto para o iOS, mas não quer abandonar o Android de vez. Porém, questionamos se o novo produto tem um preço caro demais para essas finalidades.

 

 

O modelo mais básico do novo iPod Touch conta com 32 GB de armazenamento, e custa R$ 1.699. O modelo intermediário, com 128 GB, tem preço sugerido de R$ 2.499. Já o novo modelo com 256 GB de armazenamento custa R$ 3.299. É preciso pensar muito bem antes de realizar um investimento como esse, e avaliar se não vale mais a pena comprar logo um iPhone.

A disponibilidade para o mercado brasileiro está definida como “em breve”.

 

 

Via Apple, Apple


Compartilhe