iPhone 12: tudo o que acreditamos saber sobre ele

Compartilhe

Rumores. Muitos rumores. E isso é tudo o que sabemos sobre o iPhone 12 nesse momento. E vamos compilar todos os rumores em um único post.

São tantas informações acumuladas ao longo dos últimos meses, que vamos precisar de muita objetividade para resumir tudo em pouco mais de 500 palavras.

Logo, me deseje sorte.

 

 

 

A chegada do FullHD e a volta aos ângulos

 

 

Tudo indica que o iPhone 12 vai dar adeus às bordas perfeitamente semiesféricas para retornar aos cantos angulados do iPhone 5s e (alguns) anteriores. Já vimos isso no iPad Pro 2018, e seria uma grande mudança de design depois de muito tempo (desde o iPhone 6).

A frontal pode receber a tão esperada redução do notch, que ainda existe para desespero de muitos, mas ao menos vai ser menor para se ajustar às tendências atuais. Afinal de contas, o Face ID ainda existe, e deve ter como novidade reconhecer os rostos em ângulos maiores.

Nas telas, o iPhone 12 deve receber um painel ProMotion, que está disponível em alguns iPads e seria capaz de mudar automaticamente a taxa de atualização entre 60 Hz e 120 Hz, competindo diretamente em um segmento onde o Android domina com telas de 90 Hz e 120 Hz, e batendo de frente com o Galaxy Note 20 Ultra, que também conta com a frequência variável.

Os rumores apontam para até quatro modelos, com telas que variam entre 5.4 polegadas e 6.7 polegadas. Detalhe: todas as telas serão OLED e com resolução FullHD:

– iPhone 12: tela de 5,4 polegadas, resolução 2.340 x 1.080 pixels, 475 dpi, 60Hz.
– iPhone 12 Max: tela de 6,4, resolução 2.532 x 1.170 pixels, 460 dpi, 60Hz.
– iPhone 12 Pro: tela de 6,1 polegadas, resolução de 2.532 x 1.170 pixels, 460 dpi, 120Hz.
– iPhone 12 Pro Max: tela de 6,7 polegadas, resolução de 2.778 x 1.284 pixels, 458 dpi, 120 Hz.

 

Em 2019, o iPhone 11 Pro e Pro Max estrearam um tom verde escuro, e o iPhone 11 utilizou cores mais animadas e ousadas. Para o iPhone 12, é esperado um modelo em azul marinho, e que a traseira se mantenha com o cristal mate e mais resistente às digitais.

 

 

 

Mais potência e 5G

 

 

Os novos iPhones devem receber um novo processador (incluindo o iPhone SE 2020), o Apple A14 Bionic, com fabricação de 5 nanômetros e um modem 5G da Qualcomm. Um chip construído pela TSMC que, ao que parece, entrega até 40% a mais de potência bruta e 50% a mais no processamento gráfico.

Números muito chamativos, mas que ainda são rumores. Vamos ver se tais números se materializam nos novos iPhones.

O iPhone 12 (com mais chances para os modelos Pro) deve alcançar os 6 GB de RAM. Para a bateria, vamos ver os números especulados abaixo:

‌iPhone 12‌ (A2471): 2.227 mAh.
iPhone 12‌ Max (A2431): 2.775 mAh.
iPhone 12‌ Pro (A2431): 2.775 mAh.
iPhone 12‌ Pro Max (A2466): 3.687 mAh.

 

 

Nas câmeras, as melhorias seriam centradas para o registro de fotos em condições de baixa luminosidade com redução de ruído, melhor estabilização de imagem e foco automático mais rápido. Podem também receber o LiDAR presente no iPad Pro 2020 para melhorar o foco e a precisão da distância dos objetos, com um zoom ótico de 3x.

 

 

 

Chega ao mercado em outubro, com uma caixa menor

 

 

Duas mudanças que podem impactar mais aos usuários do que ao smartphone em si é a não inclusão de fones de ouvido e do carregador no kit de venda do produto.

Os novos iPhones chegariam ao mercado em outubro, após a própria Apple confirmou que seu lançamento iria atrasar. O evento de apresentação do produto deve acontecer em 12 de outubro, e o início das reservas aconteceria na mesma semana. O iPhone 12 teria as suas primeiras unidades entregues em outubro, e o iPhone 12 Pro deve chegar aos usuários em novembro.

 


Compartilhe