O MIT segue trabalhando no uso das redes sem fio para saber se existe alguém do outro lado de uma parede, desenvolvendo algo parecido com a visão de raio X.

Agora, seus pesquisadores aplicaram um algoritmo de inteligência artificial para recriar os movimentos de uma pessoa que está do outro lado da parede. O método analisa os sinais de rádio que perneiam no corpo humano.

O método de análise de movimento de uma pessoa pode ter aplicações médicas, monitorizando enfermidades como o Parkison, ELA e distrofia muscular, mostrando melhor o progresso da enfermidade e permitindo aos médicos o ajuste dos medicamentos.

Também pode ajudar os idosos a viver de forma mais independente, oferecendo maior segurança na vigília contra quedas, lesões e mudanças nos padrões de atividade.

Vídeo demonstrativo com essa tecnologia a seguir.