O Honor Play é mais um smartphone pensado nos gamers.

O modelo possui tela IPS LCD de 6.3 polegadas (Full HD+, 2340 x 1080 pixels, 19.5:9, 2.5D), processador Huawei HiSilicon Kirin 970 octa-core de 10 ns, NPU dedicada, GPU Mail-G72 MP12 com função turbo, 4 GB ou 6 GB de RAM LPDDR4X, 64 GB de armazenamento UFS 2.1 (expansíveis via micro SD de até 256 GB), câmera traseira dupla de 16 MP (f/2.2) + 2 MP (f/2.4), câmera frontal de 16 MP (f/2.0), bateria de 3.750 mAh, leitor de digitais, USB Type-C, conector de áudio 3.5 mm, Android 8.1 Oreo com interface EMUI 8.2, dimensões de 157.9 x 74.27 x 7.84 mm e peso de 176 gramas.

Para começar, é o mesmo processador do Huawei P20 Pro e do Mate 10 Pro, trabalhando com 4 GB ou 6 GB de RAM. A função GPU Turbo garante um ganho de eficiência gráfica de até 60%, com um resumo de consumo de bateria. A tela possui o notch que divide nações, mas tal detalhe pode ser ocultado por software, caso você queira que isso aconteça.

 

 

É claro que precisamos verificar se tudo isso vai funcionar com toda a eficiência prometida, mas bem sabemos que o processador Kirin 970 é bem competente, e com tantos recursos dedicados ao melhor desempenho, é possível sim confiar que tudo pode funcionar bem para o melhor desempenho possível nos jogos e/ou atividades mais pesadas.

Obviamente, o modelo abre mão da qualidade máxima em outros itens. Os sensores fotográficos ficam aquém do que podemos encontrar em outros modelos top de linha. Porém, temos sempre que ter em mente que este é um modelo pensado no melhor desempenho como prioridade. Vamos aguardar os primeiros benchmarks para confirmar se o dispositivo é um competidor real para os telefones já anunciados pela concorrência.

O Honor Play terá a sua disponibilidade global anunciada em 30 de agosto. Porém, o modelo já está disponível para compra nas lojas virtuais internacionais mais populares, com preços sugeridos de 318 euros (4 GB RAM) e 353 euros (6 GB RAM).