A Hisense apresentou oficialmente na MWC 2019 o Hisense A6, que traz como grande novidade a possibilidade do usuário ter duas telas em um único dispositivo (uma frontal normal, e outra de tinta eletrônica na parte traseira).

Falando mais sobre essa tela dupla. A tela principal do Hisense A6 é uma AMOLED de 6 polegadas (Full HD) com um pequeno notch que recebe a câmera frontal. Já a tela traseira é especialmente desenvolvida para os fãs da leitura, contando com tecnologia ink-e de tinta eletrônica, permitindo ajuste de brilho para facilitar a leitura, sem falar na baixa produção de luz azul, evitando a fadiga visual depois de longas horas de leitura. O baixo consumo da tela secundária é importante, já que o smartphone tem uma autonomia de 3.300 mAh.

O modelo recebe um processador Snadragon 660 octa-core a 2.2 GHz, trabalhando nas versões com 4 GB RAM + 64 Gb e 6 GB RAM + 128 GB. Nas câmeras não foram revelados muitos detalhes, exceto pela presença do sensor traseiro com 16 MP (f/2.0) e um sensor frontal (Samsung) de 12 MP, com tecnologia 2PD, com duas unidades de detecção de luz em cada pixel, o que aumenta a resolução da câmera para até 48 MP.

 

 

Na conectividade, encontramos WiFi, GPS, Bluetooth, desbloqueio facial, leitor de digitais na parte traseira, recarga rápida via USB Type-C e LTE 4G. Apenas como curiosidade, você pode utilizar o Hisense A6 como controle remoto, através do WiFi e com a ajuda da tecnologia de IR.

O Hisense A6 é um smartphone de linha média que agrega um pouco mais para atrair o consumidor. Aposta na maior versatilidade de uso para justificar os seus diferenciais. Algo que é realmente difícil de mensurar, levando em consideração que o modelo não tem preço ou disponibilidade confirmada. No Brasil, é bem difícil ver esse produto desembarcar por aqui, mas ao menos você agora sabe que ele existe.